quinta-feira, 31 de março de 2011

Ozzy Experience

Gentem, o Ozzy é o cara!

Palhaço das trevas do metal, adoro ele! Ele me diverte - e com música boa, o que é mais importante!

O show dele foi perfeito, mesmo a gente tendo se mosqueado um pouco e perdido as duas primerias músicas, na fila, tentando entrar. E mesmo ficando numa parte da arquibancada não tão privilegiada, mas tudo bem, conseguimos ver um pouco da banda (vimos o Ozzy tentando sentar no balde d'água e levar um tombo, rsrsrrs) e mais importante, ouvimos a voz do mestre - que continua ótima!

O show começou cedo, terminou cedo, chegamos em casa cedo e deu pra dormir direitinho e ir trabalhar cedo e sem sequelas!

É, os tempos mudaram, pessoal. As coisas estão organizadas, só o Axl que não sabe disso.

E só pra completar:

Nós, comendo um cachorro-quente, quando chegam dois cabeludos monster, camiseta preta e cara de mau. Um deles... pede uma Fanta Uva. O outro, pede uma H2Oh.

E nós, nos olhando de lado, com aquela cara de "O que? É pegadinha do Malandro?"

- É, Manô, não fazem mais metaleiros como antigamente.

segunda-feira, 28 de março de 2011

U23D

Então pessoal, alguém já viu o filme 3D do show do U2?

Estavamos pensando em assistir no domingo, mas o único horário era lá pelas 21h em Caxias... ninguém merece voltar tarde no domingão né! Acabamos optando pelo filminho de invasão alienígena, que eu achei meia boca, mas teve até direito a barraco em pleno cinema, mas enfim, isso não vem ao caso.

O que importa é que esse filme do U2 foi filmado em... tchãrãrãmmmm... Buenos Aires, nos shows de 2006! E vocês sabem quem estava lá, curtindo a Hot Area beeem pertinho do palco? Eu e meus primos queridos!

Mas antes que vocês saiam por aí, chamando a família Lorenzi de metida por estar na área VIP de Buenos Aires, no dia 1º de Março daquele ano, quero aproveitar para deixar claro que isso foi fruto de, vamos ver, 8 horas de espera, até conseguirmos entrar no "curralito". Cheguei na fila às 8:00 da manhã. Os portões abriram às 16:00. Corremos de mãos dadas até a Hot Area, espaço que estava aguardando os fãs sofredores que aguentaram firme na fila. O show da Franz Ferdinand, lembro que começou às 21:15.

Nós vimos que haviam cartazes dizendo que estavam gravando imagens para um filme em 3D e que nossas pessoas poderiam ter suas faces utilizadas no projeto.

Ainda não vi o filme e não tenho esperanças de me enxergar por lá, mas certamente vai ser muito nostalgico assistir novamente a um show que foi inesquecível!

O Max, que é grande, deve aparecer. A Sil, que estava sendo esmagada na cerquinha, também acho que aparece. Eu fiquei dando banda nos fundos da Hot Area, tomando coca-cola e fugindo do Bono como estratégia para ver os outros integrantes mais de perto.

Nessa jogadinha, eu e uma turminha de gurias conseguimos ver o Adam Clayton a uma distância de 2m e ele, mais do que simpático, mandou beijinhos pra gente. Pura emoção! Depois o Larry pegou os batuques e foi praqueles lados também. Então chegou o Bono para seu momento Cohexist e a multidão se atrolhou por lá.

Vou escrevendo, lembrando e ficando com saudades daquele dia em que tudo deu certo. Mas acho que um show do U2 foi o bastante. Valeu a pena, mas nos estressamos demais até termos os ingressos em mãos, por isso, nem pensei em tentar ir para os shows deste anos. Se tivesse um em Poa, quem sabe.

Queria colocar algumas fotos aqui, mas eu estava com uma máquina descartável, então, só no filme né... fica pra outra oportunidade. Preguicite aguda de scannear as fotos, rsrsrs!

PS: eu tava de cabelo curto e com um boné de um lava-rápido que peguei emprestado do meu irmão, hehehe!