terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

E aqui estou eu, dividida entre duas paixões.

Foi só deixar meu irmão sair do carro que começou a encrenca.

- Não acredito que tu teve coragem de fazer isso comigo.
- Não fiz nada.
- Fez, e nem tentou esconder de mim! Judas!
- Ah para, foi só um orçamento!
- "Mimimi, foi só um orçamento!" tu deu meus documentos pro cara!
- Cotações, xuxu. Só queria saber quanto pagavam por ti...
- E quanto faltava pra comprar aquela coisa amarela me dando de entrada. Golpe baixo Manô... isso foi muito subsolo da tua parte.
- Ike, babe, tu sabe que eu te amo né!
- É foi beeeeem isso que eu percebi.
- Questão de necessidade, só isso.
- Necessidade? E todos os anos que passamos juntos? Eu nunca te decepcionei!
- Eu sei.
- E o trocadilho "Ka prata, mulher gata", tu nunca mais vai poder usar, pensa nisso!
- Não joga baixo comigooooo!
- Eu notei que tu tava muito quieta. Saiu de Bento e esqueceu de ligar o rádio. Tu esqueceu de ligar o rádio! Óbvio que tinha boi na linha! Aí depois te ouvi contando pro teu irmão que tu sonhou com o Uno novo a noite inteira! Sonhou que estava na revenda e tinha até argumentos pra negociar com o cara... isso partiu meu coração!
- É, foi maus. Mas é só uma ideia, Ike, nada definitivo. Nem pra agora. Eu também fico triste em me separar de ti, não pensa que é fácil. Eu me sinto uma traidora, mas vai chegar a hora em que eu vou ter que trocar de carro.
Silêncio.
Silêncio.
Mais silêncio.
- Tá... mas me diz aí... me avaliaram bem? Hehehe.

É isso aí gente, acho que deu pra notar que eu tenho um certo apego pelo meu carrinho né? Estou pensando na possibilidade de trocar ele por um Uno novo amarelão, mas é tão difícil pensar em deixar o IKE!!!