domingo, 28 de fevereiro de 2010

Amoooo!!!

Assim... eu não consigo entrar no youtube e não ver este clip! Eu adoro a cara do Little Jimmy!
(ok, desconsiderem o corte no cantinho do vídeo)

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

É melhor registrar isso

Minha sobrinha voltou para casa com a minha irmã, depois de uma visita na nova escolinha onde ela vai ficar. As meninas da escolinha já haviam ido para casa, sobrando apenas os guris, que estavam no pátio.

Heis meu cunhado pergunta:
- Então Erica, tinha bastante criança na escolinha?
E ela responde:
- Não, só tinha crianços.

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Carnaval

Sabem o que eu gosto do Carnaval? O feriadão que ele proporciona, hahahaha! E só!

Porque depois que essa festa virou praticamente um bando de gente que se mantém bagaceiramente bêbada por 5 dias e a impressão que tenho é que o governo incentiva o sexo estilo "ninguém é de ninguém" lembrando que se deve usar camisinha (só no carnaval, parece), resolvi me isolar.

Então, mantendo a tradição do ano passado, retirei um moooonte de filmes. Aqui estão:

1 - Garota Infernal - achei que fosse tri ruim, mas não, até que vai, dá pra assistir na boa. É até legal!
2 - Os Goonies - tá bom, eu não lembrava do filme, então, retirei. Clássico dos anos 80, curti, hehee!
3 - Anjos da Noite - eu já havia tentado assistir e havai pego no sono. Dessa vez eu assisti todo. Adorei (e voltei pra locadora retirar os outros dois, hhaha).
4 - Entrevista com o Vampiro - como eu terminei de ler Lestat, queria rever esse filme porque não lembrava direito. Sério, depois de ler o livro, não gostei do Lestat do filme. Embora o Entrevista com o Vampiro tenha sido narrado pelo Louis, que estava meio revoltado com o Lestat.
5 - Anjos da Noite - A Evolução - ééééé... legalzinho. O primeiro é bem melhor!
6 - Anjos da Noite - A Rebelião - a história do Lucien (adoro!) - bem mais legal que o segundo e parelho com o primeiro.
7 - Bastardos Inglórios - duas horas de filme e um torcicolo, mas valeu a pena, o filme é muito legal mesmo!

Pra hoje tem 8 - "2001, Uma Odisséia no Espaço".

Ah, claro, já tinha esquecido de postar as melhores fotos do feriadão, hahaha!!!

Sábado, a mãe da Lauren veio nos visitar, então, fomos para o shopping. A gente não tem culpa se aquela loja de esportes tem pista de corrida!



E essa é pra mostrar que estamos colocando a Erica no caminho certo!


Como diria um amigo meu: e vamo que vamo!

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

It's So Easy. Is it? :/

Eu disse que não?

Bom, se eu disse, menti, me enganei, me precipitei, sei lá. O fato é que sim, resolvi ceder aos apelos e ao medo de me arrepender e vou para o show do Axl n' Roses.

Porque mesmo sendo discípula do Slash (e isso tem até me feito sonhar com ele em Garibaldi - "Mas Manô, eu não estou mais na banda!"), como diz um amigo meu "a voz da tua adolescência era do Axl". Aproveito, então, para citar Blitz: Ok, você venceu, batatas fritas.

Vou dar uma chance pro bolão.


Jana, te vejo lá!

MAS NÃO VAI SER A MESMA COISA SEM O SLASH!!!

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Revival

São 21:44 e, semana passada, a essa hora, estavamos todos gritando, emocionados, ao som dos primeiros acordes da primeira música do nosso tão esperado show do Metallica - Creeping Death. Casualmente - ou não - é a música que escuto agora.

Metallica... pois bem. Lembro de um poster que eu tinha na parede do meu quarto, no início dos anos 90. Eu colecionava a revista Top Rock e os posters acabavam sendo grudados na parede do meu quarto, com durex (gastei alguma grana em durex). Eu venerava o Guns n' Roses e tinha conhecimento do Metallica, pois era a banda que concorria direto com o Guns na lotação dos estádios mundo afora. Lembro de uma edição da Top Rock em que juntaram meia foto do Axl, em um estádio lotado, com meia foto do James, também em estádio lotado. Ambos de braços abertos e a reportagem era algo do tipo Guns x Metallica. Mas voltando ao poster (rsrsrs), lembro que eu achava ótimo porque eles estavam todos very cabeludos e novos, abraçados numa garrafa gigante de Smirnoff - nos tempos de Cliff Burton - e o letreiro da banda era Alcohollica, ao invés de Metallica.

Naquela época, se alguém surgisse do futuro para me dizer que em 2010 eu estaria emocionadíssima, esperando pelo show do Metallica, que, além de tudo, tocaria no meu aniversário, enquanto o Guns tocaria meses depois, com time desfalcado e eu não estava lá muito interessada nisso, acho que eu surtaria.

O tempo passou, meu fanatismo pelo Guns diminuiu e em meados de 93, comecei a colher aqui no Brasil, os frutos da então mencionada - por Lonn Friend em Life on Planet Rock - "melhor safra do rock": os lançamentos de 1991 (naquele tempo, a coisa demorava mesmo). Foi então que eu comprei o Black Album e comecei a dar mais atenção ao Metallica.

Quando soube que eles estavam retornando ao Brasil e haveria show em Porto Alegre, foi aquela alegria de saber que algo grande e divertido estava por vir.

Conseguimos os ingressos e começamos a juntar a turma.

Assim como o melhor carnaval da minha vida foi em Buenos Aires, vendo U2; o melhor aniversário da minha vida foi em Porto Alegre, vendo Metallica.

A lama não atrapalhou em nada - aliás, ajudou no reconhecimento pós show.

A cerveja estava bem gelada e tinha banheiro sem fila bem pertinho.

As parcerias eram ótimas (pena que a turma se perdeu em dois grupos, mas mesmo assim, foi perfeito).

A banda, não preciso falar, mas vou! Tocou maravilhosamente bem! Eles ainda estão muito bem no quesito Energia. O repertório, só não foi melhor porque não tocaram Whiskey In The Jar - cover pela qual eu morro de amores.

Sabem aquela pessoa que se pendura na estrutura da arquibancada pra ver melhor? Era eu, hahaha! Claro que o telão ajudava, que as músicas são tuuuudo, que o som estava ótimo, mas eu queria ver um pouco deles inteirinhos (lembrar de comprar área vip no próximo show deles em... 2019?). Eu precisava ver eles: o James, porque é meu ogro favorito; o Kirk porque eu acho o máximo (e ele deve ter feito pacto com o diabo... continua um gurizinho!); o Bob porque tem muuuuita presença e um ar meio animal (adoro ele!) e... bom... eu particularmente acho o Lars meio enjoado, mas, vá lá, o cara também é dos bons!

Foi tudo lindo, foi tudo perfeito e deveria ter um show assim por mês!

E além de eu poder estufar o peito e dizer "o Metallica tocou no meu aniversário", também posso dizer "o Metallica tocou PARABÉNS PRA VOCÊ no meu aniversário!!!"

Seguem algumas fotos em ordem cronológica ao contrário. Sério, tô com sono e não consigo botar elas na ordem certa, então, vai assim mesmo! Já aviso que também não revisei o texto, então...

Pra ninguém dizer que eu não tirei foto do show, tá?! (também tem uns vídeos muito engraçados, que é melhor nem publicar, haahah... que fase!)

Eu + Buki + Gui = melhor parceria de show (de novo, pena que nos perdemos do resto da turma, teria sido "mais melhor ainda")!

E os tênis ainda estavam limpinhos...

Eu e a Buki, os nossos ingressos e o outdoor da glória!


Agora eu vou pensar no caso do Axl Rose e ver se vou pro show do tal do Guns.