terça-feira, 29 de dezembro de 2009

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

2009 sucks

Não aguento mais 2009. Preciso de férias urgente! Eu e todo mundo que eu conheço, eu sei, mas isso não diminui meu sentimento de necessidade de férias.

Passando para tirar as teias do blog, antes que as aranhas apareçam - e eu odeio - aproveito para dizer que estou em depressão de crise de abstinência de Supernatural. Nunca pensei que fosse ficar assim, mas me resta esperar minha vez na fila da locadora para botar minhas lindas mãos na 4ª Temporada. Não, não vou baixar e não vou comprar. Vou esperar na fila porque se eu conseguir estar com o Sam e o Dean antes das férias, vai ter um povo sem presente de Natal aqui em casa. E com presente de Natal não se brinca.

E por falar em presentes de Natal, quando Dezembro da o ar da sua graça, tudo o que eu quero comprar vira "estou me dando um presente de Natal", logo, ganho vários presentes de Natal, hahaha.

Não me julguem por isso! Eu não tenho namorado, não sou mais a criança da casa... se eu não for me dar presentes, vou sair na desvantagem, então...

Então eu aproveitei uma superpromoção do Submarino e comprei numa tacada 7 livros da Anne Rice!!!

Quem não conhece Anne Rice (acho que aqui todo mundo conhece), explico. Ela é a autora do livro Entrevista Com o Vampiro. Esse mesmo! Com o Tom Cruise como Lestat, usando salto alto para ficar mais alto que o Brad Pitt - o Louis!

Na época em que eu estava lendo esse livro, o filme foi lançado e acabei parando de ler algumas páginas antes do final. Os outros livros dela, não sei se não haviam sido lançados no Brasil, até acho que sim, mas eu nunca encontrei. Então, ainda nessa semana, em pleno clima natalino, bruxas e vampiros baterão em minha porta, rárárááááá!!!!

Óbvio que a Rocco deve estar tirando proveito dessa onda de vampiros que invadiu as livrarias, mas sabem o que? Nem tô! Tô é surfando nessa onda de sangue e lendo o que consigo, hehehe!!!

Por falar em ler... A Hospedeira veio para provar que Stephenie Meyer deveria ter continuado nos Cullen. Leio, leio... é legal mas não tem "aquela coisa" que a Saga Twilight tinha.

E acho que era isso... ao menos por enquanto.

E vocês, estão bem?

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Big Me

Narração dos fatos inspirada no vídeo Big Me, do Foo Fighters (eu queria ajudar, colocando o vídeo, mas ele sumiu do youtube!). Se possível, escutar essa música para ler este post.

Cheguei em casa, programada para a jantinha com a minha turma antiga. Tudo planejado... eu surpreenderia elas! (nessa parte eu olho de lado, dou uma piscadinha e um sorrisinho de canto)

Fiz uma medida de massa de pizza, que rende duas pizzas. Deixei a massa descansando e aproveitei o intervalo para ir ao supermercado com a Lauren, comprar os ingredientes que faltavam. (na saída, uma paradinha na porta da casa, fazendo ok com as duas mãos e balançando a cabeça em sinal afirmativo)

No supermercado, compramos champignon, tomate seco, queijo ralado (que eu peço para provar e já aproveito para dar mais uma olhadinha, um sorrisinho eu um sinal de ok, aprovando o produto)... jogo o alface pra Lauren, ela pega ele como um goleiro, se jogando de lado, em seguida ela se levanta e batemos as mãos no ar em sinal de vitória. (um certo exagero nisso...)

Seguimos andando com passos de Tony Manero no início dos Embalos de Sábado à Noite.

Vamos para o caixa e, quando a moça do caixa vai colocar as compras na sacola plástica, faço sinal para ela parar e pego minha super sacola ecológica (aquela olhada, sorrisinho de canto e os drops Footos Mint - The Fresh Fighter - afinal, me sinto super de sacola ecológica!). Prossigo com o pagamento, enquanto a Lauren vai colocando as compras na sacola ecológica, sorrindo e erguendo as sobrancelhas, para mostrar que cabe muita coisa na resistente sacola ecológica. (repetição proposital da palavra "sacola ecológica")

Chego em casa, levanto o pano que cobre a pizza (faço um sinal de sobrancelha para mostrar que a pizza cresceu o que deveria enquanto aproveitei para ir ao supermercado). Abro uma massa para a pizza doce e uso a outra parte da medida para fazer salgadinhos de com orégano e azeite de oliva. Levo tudo ao forno (com mais uma piscadinha, claro) e preparo a massa de branquinho para a pizza.

Coloco o docinho sobre a massa de pizza e jogo granulados coloridos por cima, arrematando com amoras. Preparo a salada. (dou uma olhadinha nas minhas obras, levanto as sobrancelhas e faço aquela careta de "nem deu tanto trabalho assim")

Tiro o avental com aquele estalo que levanta farinha e vou tomar um banho para estar apresentavel para as amigas.

Elas chegam na minha casa e se surpreendem com os preparativos. Perguntam a que horas eu saí do trabalho para conseguir preparar tudo aquilo.

E então eu olho pro lado, levanto uma sobrancelha, dou meu último sorrisinho de canto e mostro meus drops Footos Mint - The Fresh Fighter!

E a música acaba.

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Notinha

Só pra avisar que eu terminei a segunda temporada de Supernatural.

E então eu retirei a terceira, hehehehehe!

E era wilson né... lá vou eu de novo!

Bjos

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Exagero

Alguém mandou baixar a misantropia do último post – e dos comentários.

Misantropia, caso alguém não saiba, é o ato de se isolar da sociedade.

Bonito né... falar “misantropia”... uma palavra pouco utilizada diariamente.

MAAAAASSSSSSSS assim como uma pessoa feliz que tem seus momentos de tristeza não é, necessariamente, uma pessoa com Transtorno Bipolar (ser Bipolar esta tri na moda, notaram? Qualquer fossa e o cara já se diz Bipolar!), uma pessoa que não gosta de participar de uma #%*#&%@ de amigossecreto não é, necessariamente, um caso de misantropia!

Como diria minha mãe, professora de Artes: “o que seria das outras cores, se todo mundo só gostasse do amarelo?”.

Continuo odiando essa mania de amigossecreto e não vai ser isso que vai me isolar do mundo.

(... mas Supernatural é capaz de conseguir essa façanha, hahaha)

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Odeio amigossecreto, e daí?!

No ano passado eu poupei o blog dessa reclamação, mas esse ano, não escapa.

Falta mais de mês pro Natal e a data já esta me dando nos nervos. Não só pela propaganda precoce e excessiva, mas principalmente porque eu estou de saco cheio dessa frescura de amigossecreto (e nem tenho saco, o que deixa as coisas piores ainda).

Na boa, eu pedi pra me incluírem fora dessa roubada, mas onde eu trabalho, fizeram o sorteio justo no dia que eu estava de folga. E lá se foi o meu nome pro meio da bagunça de novo!

Não é nada contra a pessoa que eu peguei para presentear... a minha gana existe por dois simples motivos:

1 - Surge amigossecreto de tudo que é lado, de onde a gente menos espera... na empresa, na turma dos amigos mais próximos, na turma dos mais antigos, na fila do banheiro do bar... tudo vira motivo pra essa merda de amigossecreto.

2 - Presente não pode ser uma incumbência, um castigo, uma obrigação. É assim que eu me sinto quando participo dessas idiotices de amigossecreto. Eu gosto de dar presente no momento certo, tipo:

"Bah, aquela banana de feltro... tudo a ver com o Paulo, tudo a ver com o Banana Rock, então, acho que ele vai gostar de receber uma banana." - e assim eu mando a banana pro Japão. E mando de coração.

"Nossa, esse é aquele esmalte que a Carol achou lindo e não encontra em Gravataí!" Lá vai o esmalte, via Buki, pra Carol.

Ganhar, do nada, num dia qualquer, um caderno lindo de caveirinhas porque a Magy lembrou de mim!!!!

Isso eu chamo de presente. Não precisa ser grande, não precisa ter data marcada. Mas precisa ter significado e precisa ser dado com aquela vontade de ver a pessoa abrindo o presente e curtindo, também, o fato de ter sido lembrada.

Então, podem gritar, espernear, me chamar de chata, antissocial, fresca, sovina, do contra, metida... whatever! Acho que cada um tem o direito de querer participar, OU NÃO!

E tenho dito!

OBS:
Amigossecreto em família esta perdoado por causa da praticidade que gera, embora aqui na minha casa não aconteça.

Aliás... os presentes de Natal estão sendo comprados aos poucos, da forma mencionada acima.

E chega de falar em Natal né... ainda é Novembrinho gente, dá um tempo... já chega o exagero dos meios de comunicação! Daqui a pouco vão começar a falar de Natal em Janeiro?

Mudou alguma coisa, que agora Natal é só presente?

domingo, 8 de novembro de 2009

Hasta la vista

Então... se não tiver atualização de blog, se eu não comentar nos outros blogs, se eu não aparecer no orkut e não der as caras no msn por alguns dias, não se assustem.

Estou só passando meu tempo livre com o Dean e o Sam!



Mas por via das dúvidas, Buki, me liga pra lembrar que quarta tem curso e que é bom ir pro Joe tomar uma Stella com os amigos!

Bjs people!

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Abre o baú!

É com muita honra que eu anuncio que, finalmente, praticamente um ano e três meses depois, terminei de ler o livro do Slash!

É maravilhoso! Eu tri recomendo para os fãs de Guns, Velvet... ou apenas curiosos.

Então hoje eu resolvi fazer umas pesquisas de Youtube, baseadas no livro. Procurei o clip de Since I Don't Have You, que tem participação do Gary Oldman como... demônio?

E falando no demo, lembrei de Sympathy For The Devil... como o Guns gravou para o filme Entrevista Com O Vampiro, resolvi procurar também.

Heis que acho isso!

E olhando a lista de vídeos sugeridos, encontro mais isso!!!

Pior, pior... encontrei até o Vlad dançando Thriller! Eu tinha medão dele, hehehe!

Como eu amava essa novela! (é... o lance é antigo mesmo)

E se tem Natasha pelo Brasil afora, nasceu durante a Vamp, pode apostar!

Tão emocionada que nem consegui esperar pra postar amanhã! rsrsrsrs

PS: tentei incorporar os vídeos pra facilitar a vida de todos, mas só dava erro :(

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

A culpa é sempre delas!

28/10/09 - 06:43

- Lu... tu tem os fios pra fazer gato aí?
- Ãh? - responde aquela voz, vindo das profundezas do sono interrompido.
- Éééé... ããããm... acho que deixei os faróis do Ike ligados ontem de noite. - Que coisa de principiante, pensei. - Sei lá... devo ter desligado a luz alta e a baixa ficou ligada... a bateria sifú.
- Vai com o meu.

E foi assim que eu saí de casa de Dodge!!!

Hehehe... sim né... até parece! Essa parte foi mentira.

Tá, mas como eu tenho direito de me defender, vou explicar como eu acho que deixei os faróis ligados.

Tem uma aranha na garagem. Uma aranha chata bem grande (lembrando que nenhuma aranha é querida, mas essa é da raça "chata").

Essa aranha do mal, esta todas as manhãs fora da sua toca. Bem em frente ao meu carro, mas no alto da garagem - inatingível!

Então eu entro na garagem e dou aquela encarada:
- Sua vaca! Um dia tu morre! - É assim que eu socializo com ela, todas as manhãs.

Aí segue assim, com um sorrisinho de canto:

  • Desligo o alarme do carro, cuidando pra ver se a aranha se assusta. As vezes funciona e ela se encolhe um pouco.
  • Abro a porta do carro, também cuidando pra ver se ela reage. Sem muito efeito.
  • Ligo o carro e os faróis, assim: Tchãram!!! - Nada... o lance é fazer barulho, então...
  • E aí vem o Gran Finale... fecho a porta do carro (com um pouco mais de força que o normal). E normalmente, neste momento, eu ganho a partida. Ela volta pra toca. E toda a minha família acorda (rsrsrs).

Mas ontem de noite eu cheguei em casa e ela estava tri mais pra baixo do que de costume. E eu, de medinha, saí de fininho, em fuga.

E assim eu esqueci o farol ligado.

E assim faltou bateria.

E assim eu tive que sair de casa com o carro do meu irmão.

Sacaram o poder que tem uma aranha?!

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Ele voltou!

Ontem, na edição nº2085 da IstoÉ, lí uma reportagem falando da continuação do famoso livro Drácula.

A primeira parte, acho que todos conhecem. Escrita por Bram Stoker, fez muito sucesso ao virar filme. O Drácula foi interpretado por Gary Oldman - e eu acho ele perfeito como Drácula!

Então... quem escreveu a continuação do livro foi o sobrinho-bisneto de Bram Stoker, Dacre Stoker.

Ok. Eu confesso que, de cara, rolou um preconceito do tipo "lá vem mais um oportunista, aproveitando essa onda toda de vampiros que rola mundo afora - aposto que vai ser uma porcaria". Mas, ao longo da reportagem, minha opinião mudou.

A ideia desse livro até que é interessante. O livro foi baseado nos manuscritos de Bram e conta com personagens que ficaram de fora do primeiro livro.

Drácula retorna (não se sabe como), violento e vingativo, 25 anos depois do que conhecemos como seu fim. Mina(Miiiiiinaaaahhh) e Jonathan tem um filho, Quincey Harker, que será o novo herói da trama (dessa parte eu não gostei, porque sou tri Team Drácula).

Eu queria era ver esse tal de Quincey Harker se borrando todo e a Mina largando tudo pra ficar com o Drácula.

Mas isso, eu só vou saber se acontece quando o livro chegar no Brézil em sua versão traduzida para Português - não, eu não quero ler ele em inglês, desculpaê.


Quem vai ler também, levanta o dedo!!!

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Curti

Hoje de manhã, passando pela Reverbcity, loja com camisetas e acessórios que eu adoro, ví que haviam postado este clip da Franz Ferdinand.

Gostei do vídeo e trago ele pra cá. Tenho os dois primeiros cds da Franz e acho ótimos. Também tive o prazer de ver a banda abrindo para o show do U2 em 2006 (achei o fim o U2 não liberar o palco inteiro pra eles, mas tudo bem, eles foram ótimos mesmo em espaço limitado).

Então, aqui vai!



Boa semana!!!

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Panela sem tampa

Descendo para o refeitório com os colegas:

- Eu lí na Super que a traição é uma tendência dos novos relacionamentos.
- Só hoje eles descobriram?
- É... na verdade acho que já sabiam, mas agora foi comprovado.
- Sim, normal, hoje em dia, quem namora já tem que estar pronto pra levar corno. É algo que não surpreende mais as pessoas.
- Sei lá, eu não traio.
- Eu também não.
- Nem eu. Mas eu falo pelo que vejo. Tem caras que todo mundo acha que são santos, mas estão sempre largando piadinha sabe... se colar, colou.
- Odeio isso! Que mania... bem do tipo: que se tu cortar, era piração tua, se tu incentivar, rola traição certo. Tem cara que só é fiel porque não tem oportunidade de trair.
- Exatamente.
- Mas também concordo que trair é podre e é algo que eu não pretendo fazer. Penso que, uma vez que eu penso em trair, acho melhor terminar. Questão de respeito né... comigo e com quem eu estiver junto. Também não dou chance pra homem com namorada me usar pra traição. Sei lá... penso em mim no lugar dela, não curto a situação.
- Verdade. Acho que é por isso que estamos solteiros ainda, hahaha.
- Por não se submeter? É... quem sabe. Acho que poucas pessoas pensam assim hoje em dia.
- É tão difícil encontrar alguém legal... a gente tenta, tenta, mas parece que só tenta com os errados! Eu me desanimo!
- Por isso que eu repito a frase de uma sábia amiga minha, que diz "se toda panela tem sua tampa, vai ver que eu sou frigideira".
- Hahahahaha, ótima!!!!
- Muito boa mesmo! E pior... não adianta pegar tampa emprestada, que só vai quebrar galho e tu ainda vai ter que devolver.
- É, e nem vem dizer que frigideira Tramontina tem tampa, pque não vem ao caso. Frigideira nunca teve tampa.
- Filosofando na cozinha!

As mulheres vão entender.

Hoje é sexta, eba!

Acho que todo mundo sabe que eu adoro ir para o Joe nas quintas.

Ontem, passei horas indecisa entre ir e não ir para o bar.

Tentei até organizar uma lista mental, com os motivos para ir e os motivos para não ir. Foi mais ou menos assim:

- Estou me recuperando de uma conjuntivite, a fumaça pode piorar a situação - melhor ficar em casa.
- Mas também pode ser que não piore a situação, afinal estou usando colírio específico e, visivelmente, parece estar tudo bem - acho que vou pro bar.
- E eu tenho saudades das quintas com a turma no Joe! - é, acho que vou, sim!
- Mas tem Supernatural pra assistir, não vou conseguir folga pque tem muita coisa pra fazer... aí vou estar tri cansada amanhã - acho que vou ficar em casa mesmo.
- Hummm... tem aquelas Stellas que eu vou ganhar, se eu for! - God, isso é golpe baixo, vou ter que ir!
- E também... amanhã é sexta, eu aguento um dia cansadinha... durmo de noite! Já aguentei situações bem piores... Seria ótimo dar umas risadas, cantar umas músicas traduzidas (o terror de quem escuta), esfriar a cabeça. Hehehe... é, vou assistir um episódio de Supernatural, vou tentar dormir um pouco e vou pro bar, u-huuu!!!!

Aí eu lembrei do motivo crucial, que decidiu tudo!

- Putz! Não posso usar maquiagem, nem lentes. Bom, ir de óculos ainda vai, mas sem maquiagem? Sem um corretivinho básico? Um blushzinho? Um pózinho compacto e uma basezinha? Correr o risco de piorar os olhos ou... pior, contaminar a maquiagem e ter que jogar ela fora? Correr o risco de aparecer em público, com cara de acabada e sabendo que as Leis de Smurf (adorei essa, hahaha) não perdoam e iriam me colocar diante da pessoa tem que me ver somente quando eu estiver impecável? No Way! Não que eu me importe muito com a pessoa em questão, mas... pô, tem gente que não pode nos ver pior do que a gente era! Tenho certeza de que as mulheres de vão entender o que eu digo! Então, Sam, Dean... vão ter que me aguentar de novo!

E foi por isso que eu fiquei em casa.

Podem achar fútil, eu chamo de Questão de Dignidade!

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Nhóm!!!!





Rapidinhas da vida

Intimidade I:
- Mãe, compra sabonete íntimo no super?
- Como eu sei que é íntimo?
- Bom... tu dá oi pra ele. Se ele disser "Oi, Maurinha querida, como vai a família?" é porque ele é íntimo!

Intimidade II:
- Tem sobremesa?
- Sim... a mãe fez Chico Balançado.
- Francisco.
- Que?
- Não foi tu que fez, já tá se achando íntima de chamar de Chico? Fran-cis-co Balançado!

Concentração:
Chegando na prateleira de sucos concentrados do supermercado.
- ... e se a gente fizesse com suco de morango?
- Shhhhhhhhhh! Silêncio!
- Hã?
- Não viu que os sucos estão concentrados? Fala baixo!

Significado:
- Sim, aquele é o baixista da banda.
Cai um breve silêncio...
- Hein... será que baixista é o contrário de autista? Será que isso quer dizer alguma coisa?

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Trocando Livros

Para quem adora comprar livros mas também gosta de passá-los adiante (nem que sejam os "menos favoritos"), encontrei um site bem legal!

No Trocando Livros, a gente se cadastra, cadastra os livros que possui (para isso é bom estar com eles em mãos, por causa do código do livro) e aguarda a solicitação de adoção.

Quando alguém quiser um livro nosso, nós enviamos por correio e aí temos o direito de pedir um livro, que nos será enviado também.

Eu cadastrei um. Teria cadastrado mais, se eu não tivesse carimbado grande parte deles.

Agora vamos ver se vai funcionar! A ideia, ao menos, é ótima!

E quanto mais gente se cadastrar, mais livro tem pra trocar!

Que tal, hãm?

Em tempo (escrito algumas horas depois do post original):
Mal cadastrei meu livro no site e ele já foi solicitado!

Para quem ficou se perguntando sobre os custos de mandar um livro para outra pessoa, uma novidade: o site indica mandar o livro como "impresso" e "registro módico" (quando solicitam o livro, aparecem as formas de envio, tudo explicadinho, um luxo), desta forma, a taxa fica menor por ser livro. Mas tem que mostrar o livro para o atendente do correio, então, não feche o envelope!!!

Para livros até 220g, o valor fica em torno de 4,00. Até 640g, fica mais ou menos 7,00. Mais pesado que isso, não sei.

Curti! Meu livro esta sendo enviado hoje e, em breve, poderei escolher o meu!

Supimpa!

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Odeio gente porca I

Acho que poucas coisas no mundo me deixam tão braba como gente porca.

Eu simplesmente acho que cada um deve ser responsável pela sua sujeira e que os demais, principalmente a natureza, não precisam ser forçados a aguentar a porquice alheia.

Nos últimos dias, passei por duas situações que me deixaram louca. Assim, soltando fumaça pelas orelhas.

Na primeira, o tradicional, mas ainda inacreditável hábito que algumas pessoas possuem de jogar lixo pra fora do carro (e aqui entra jogar lixo na calçada, em parques, enfim, em qualquer lugar que não seja a lata de lixo). A segunda situação vai render outro post, pra ficar menos cansativo, afinal, acabamos de voltar de um feriadão e as coisas precisam engrenar aos poucos, hehehe.

Então...

Estavamos indo para Caxias, num sábado à tarde, quando o motorista do Clio que estava à nossa frente, abre a janela e joga um papel pra fora.

Porco! Imundo! Ser humano underground!

Obviamente, como eu sempre arranjo encrenca com esse tipo de coisa, esperei a faixa dupla pra passar pelo distinto senhor e sua esposa, buzinando, com as gurias que estavam comigo mostrando o lixinho para o porco em questão. O fiasco foi tão grande, que acho que ele não vai esquecer tão cedo.

Convenhamos né... um carro! Existe lugar para colocar lixo em um carro! Mesmo quem não possui lixinho, pode colocar a sujeira nos recipientes para lixo que todo carro, eu disse TODO CARRO possui.

E quem não esta de carro, que coloque o lixo na bolsa! Não tem bolsa? Deve ter bolso então! E isso se não tiver uma lata de lixo por perto. Também garanto que ninguém vai morrer por segurar um papel de bala por dois quarteirões até encontrar um local apropriado para deixá-lo.

Consciência ecológica, minha gente! É tão básico e tão fácil de ter... não precisa sair plantando árvores (até que seria uma boa), mas cuidar da própria sujeira é o mínimo que cada um pode fazer pra não tornar o mundo uma sujeira.

E não me venham com aquele argumento de gente retardada, dizendo que "pra limpar a rua existem os Garis", isso é coisa acéfalo! Não precisa se preocupar, que os Garis vão continuar tendo emprego, se cada um colocar seu lixo no lixo!

Tem mais... se estiver em Garibaldi, tenha muito medo de jogar lixo na rua... eu posso estar por perto!

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Enquanto isso, no Rio de Janeiro...

Aí gentem, o Rio já esta se preparando para as Olimpíadas!

Quem não tiver visão biônica pode clicar na imagem pra ela aumentar!


Adoro essas traduções expontâneas... parece a Buki e eu cantando traduzido!!!
(tipo, a gente adora, mas aposto que todo mundo que ouve, odeia! hahahah)

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Terra do Fogo

Pra quem não sabe (afinal, esse blog é lido até no Japão, embora seja pouco comentado) Garibaldi é a Terra do Champagne.

Como uma Terra do Champagne que se preze, em Garibaldi, é realizada a Fenachamp, que é a Festa Nacional do Champagne (duvido que vcs acertaram essa, haha).

A Fenachamp já mudou de lugar e de estilo algumas vezes. Quando eu era pequena, a festa acontecia no Parque Santa Mônica, mais conhecido como "na Fenachamp". Cada vinícola montava seu stand como bem entendia e haviam lojas diversas, além de parque de diversões e grandes shows legais (bons tempos em que tocava Frejat, ao invéz dessa sertanojada do inferno).

Depois inventaram de levar a Fenachamp para as ruas da cidade... ridículo, foi horrível, uma bagunça.

Por fim, a festa voltou lá para o parque, mas com layout diferente: stand padronizado. Tudo igual. Cada vinícola tem uma pequena área com mesas e cadeiras para seus visitantes degustarem a bebida que, só de olhar, já me dá arrepio nos dentes: o Champagne, claro!

Eu não tinha lá muita vontade de dar as caras na Fenachamp desse ano... "Sempre a mesma coisa", pensei. Mas como o Elvis cover iria tocar lá e tínhamos ingressos, resolvi ceder e me surpreendi.

Mesmo eu não gostando muito da bebida tradicional da festa - acho coisa de fresco, sério, prefiro uma Stella - reconheço que a Fenachamp 2009 esta muito bem organizada e bonita.

E para os avessos, como eu, tem refri e água (deve ter cerveja, mas eu não fui procurar)! Ah, acho que eu ví um quiosque de coquetéis!

A única cagada mesmo, foi o show principal, cujo nome não vou falar, porque esse é um blog de família e aqui não se fala nome feio. Quem quiser saber, que vá procurar no site.

Fonte: Jornal O Pioneiro - 05.10.09

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Músicas pra fazer xixi.

Lembro que eu postei, já faz um bom tempo, sobre músicas que dão vontade de escutar eternamente.

Bom, hoje eu voltei pra falar das músicas que, definitivamente, eu não vou querer escutar para todo o sempre. São músicas de bandas boas, mas que já tiveram seu momento. São aquelas, que eu troco de estação de rádio, que passo pra próxima quando elas surgem no cd, mas que não são assim, podres o bastante pra desejar a morte.

São aquelas músicas que as bandas cover insistem em tocar, como se não existisse nada melhor - mas existe, eu nem precisaria dizer isso - e que não me dão a chance nem de passar pra frente, nem de trocar de banda, hehehe.

Então, são essas as músicas pra fazer xixi! Tipo "quero fazer xixi... mas vou esperar uma música ruim" e quando ela toca, a bexiga agradece!

Para finalizar o post, claro, segue a minha lista das Favoritas do Xixi:

Twist and Shout - The Beatles

Start me Up - Rolling Stones

(I Can't Get No) Satisfaction - Rolling Stones

Pretty Woman - Roy Orbison

Smoke on The Water - Deep Purple

Light My Fire - The Doors

Have You Ever Seen The Rain - Creedence

Todas do Raul

Até música passada demais tem seu lado bom!:)

Só espero nunca encontrar uma banda com esse repertório completo porque não vai ter tanto xixi assim. :/

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Medinho!

Encontrei no Terra, hoje, uma reportagem sobre um fotógrafo (não descobri daonde ele é, até agora, mas é estrangeiro) que fez um trabalho sobre medos infantis ou com crianças inseridas no contexto. No Terra, tem algumas fotos e indica o site do fotógrafo, Joshua Hoffine. O detalhe, é que eles indicaram o site errado.

Tudo bem, não desanimem, eu achei o site de verdadinha, que eu tri recomendo.

As fotos são bem legais! Digo, legais na medida do possível né... são assustadoras, hehehe.

Tenho medo de aranha e de palhaço também.

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Look at The Stars!!!

Coldplay confirmou show no Brasil para 2010, u-huuu!!!

E dessa vez não vão fazer os fãs ficarem sentados pra assistir (aleluia!)!!!

Eu sei que Coldplay dá sono, mas eu adoro muito!!!!

Certamente estarei lá.

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Em campanha!

Secretária do Lar O CARALHO!!!!

Faxineira é Faxineira, Secretária é Secretária, duas coisa beeeeem diferentes!!!! Para mim, chamar uma Empregada Doméstica de Secretária / Secretária do Lar é a maior prova de ignorância, falta de noção e desrespeito que uma pessoa metida a besta pode dar!

Não tenho nada contra Faxineiras e Empregadas Domésticas, aliás, quem vive sem elas? Mas vamos combinar... cada um no seu quadrado! Eu estudei 6 anos e tenho diploma de Secretariado Executivo Bilíngue pela Unisinos. Chamar uma pessoa que faz limpeza de Secretária é algo inconcebível! Então, quer morrer? É só tentar discutir isso comigo e tentar dizer que eu estou errada.

Assim como Fisioterapeuta não é Massagista, Farmacêutico não é Balconista e Nutricionista não é Cozinheiro... nós merecemos o respeito pela nossa função!

Então, respeite a Secretária e ela será bem legal como você. Do contrário, ela pode se tornar o ser mais cruel e vingativo do universo.

Parabéns para todas as Secretárias - Executivas ou não - porque o mínimo que a gente merece, é um dia só nosso!

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Desapegar dói!

No final de semana eu me dei conta de que precisava de mais saquinhos plásticos para a pasta onde guardo os moldes de patchwork/feltrowork. Não tinha mais nenhunzinho pra me ajudar, então, minha organização ficou pela metade.

Sabem, eu sou a pessoa que adora as coisas organizadinhas. Aí, a pessoa bagunça tudo, se sente agoniada, reprimida e começa a organizar tudo de novo. Assim vai acontecendo em ciclos que não terminam. Mas organizar e limpar são coisas que me fazem bem.

Então hoje de manhã eu ví a luz!!!!

Lembrei dos dois arquivos recheados de letras de músicas que eu tinha guardados, do tempo em que internet era uma coisa que nem existia e também do tempo em que existia, mas não no quarto, facilitando a vida das pessoas que queriam exercer seus péssimos dons vocais sem torturar os outros.

Ah, vão dizer que não lembram do tempo em que letra de música era artigo raro, que a gente tinha que rezar pra encontrar numa revista (se a música estivesse tocando muito nas rádios), ou comprar a revista das bandas, ou ainda, ter a sorte de ganhar a tal letra numa aula de inglês, com fins de tradução? Não faz tanto tempo assim, não! Foi lá nos mil e novescentos e lá vai pedrada, mas isso não quer dizer nada, hahaha!

Então, também com a ideia de praticar o desapego, resolvi me desfazer de todo aquele material, que hoje encontro com facilidade na internet.

Mas isso tudo doeu! Porque cada música que eu lia o título, eu lembrava de algum momento legal! Tinha uma minicoleção de músicas dos Beatles que eu lembro que copiei de um livro... só no dedo e na persistência de ter tudo pertinho! Encontrei músicas escritas por letras que não eram minhas, porque copiar uma canção e dar ela para um amigo, era algo que significava muito e eu tenho músicas que ganhei de amigos! Outras tinham frases tão legais que era um crime jogar fora.

Então eu separei em partes. Um montinho com as folhas impressas em um só lado, para fazer bloquinhos de rascunho, bancando a Martha Stewart de Garibaldi; um montinho para as folhas inutilizáveis, que vão para o lixo (eu me desculpei de todas elas, porque botar letra de música no lixo é coisa que não se faz) e um montinho micro com as letras que eu não pude mandar para longe de mim, por lembrarem algo legal ou por terem sido dadas por alguém (tipo a Míury que me deu Angie e Wild Horses!).

Foi difícil, mas consegui! Meus artesanatos agradecem! E eu agradeço à Lauren por ajudar na triagem do material!

E agora eu tenho folha plástica pro resto da vida. Eu poderia nadar em folhas plásticas, se eu quisesse!


As pastinhas - tchau letras de música queridas!


E o que ficou de lembrança.

sábado, 26 de setembro de 2009

Morangos Rock n' Roll

Hoje à tarde, quando voltávamos de Caxias do Sul, a 100m do trevo que vai para Flores da Cunha, decidimos dar uma volta no Barlavento, que não é um bar, é uma casa toda decorada com temas marítimos. Qual é a boa do Barlavento? Tchãrãm!!! É lá que estão os Morangos Hidropônicos!

Mas o que são Morangos Hidropônicos?
São morangos cultivados com água pura da chuva. Mas não é só isso. Esses morangos crescem escutando o melhor do Rock n' Roll. Morangos de bom gosto, hein?! E de gosto bom, também, hehe!

No Barlavento, a gente encontra em um ambiente completamente atípico ao da Serra Gaúcha. Como eu disse, a decoração é toda relacionada ao mar, barcos, piratas, etc. Muito, muito legal. Lugar bonito, diferente, atendimento ótimo e as comidas e bebidas giram todas em torno dos morangos, claro!

Importante: a trilha sonora do Barlavesco é a mesma que os morangos escutam (The Doors, Dire Straits, Depeche Mode, The Commitments e lá se vai, uma música melhor que a outra - que o dono do lugar escolhe a dedo).

Nós só tomamos um suquinho - concentradíssimo, uma delícia!!! Mas as sobremesas que passavam pela gente... sem noção... eram esculturas de morango! Eu não sei se eu teria coragem de destruir aquelas coisas lindas pra comer. Tá, eu teria, claro que teria.

Quem já passou por lá, sabe que é ótimo. Quem não foi e ficou com vontade, é só pegar a Rota do Sol e seguir em frente, é no Km154 da RST453. Fica à esquerda de quem vai, não é muito bem sinalizado, mas, da estrada, é possível ver a casa e as estufas dos morangos. Então, vai de vagar quando estiver perto do Km 154. Na dúvida, para numa vendinha da estrada e pede informação (foi o que fizemos).

O Barlavento fica aberto todos os dias do ano. Leve dinheiro porque não aceitam cartão (não que eles não queiram, mas parece que as máquinas de cartão não funcionam por lá).

Eu trouxe uma geléia de morango pra casa. É deliciosa e com gostinho de morangos criados escutando música boa, hehehe!!!!
Este é o Barlavento.


Esta é uma das casinhas dos Morangos Hidropônicos.

Sim, tem receitas pra levar pra casa e... vejam os nomes! Não são o máximo???

Eu e a Buki. Assim não dá pra notar, mas atrás da gente tem um barco!

A Lauren e eu - rock n' roll, u-huuuuuuu!!!

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

E tenho dito!

- Olha, Manoela, pelo que eu ví, a tua garganta já está curada... a dor deve passar em breve. Como o antibiótico terminou hoje, não vejo motivo para continuar o tratamento porque a dor não deve piorar.
- Ótimo! E... assim, preciso tomar algum cuidado específico?
- De preferência, evitar lugares quentes e secos, sabe... ambientes com lareira, estufa, ar condicionado, melhor ficar distante disso.
- Lareira? Vou ter que fugir de casa?
- E também é melhor evitar lugares com muita gente... e fumaça.
- Então... se eu fugir de casa, não posso nem ir pro Joe? Putz... e tudo o que eu queria, era saber se podia pintar meu cabelo hoje e cortar ele amanhã.
- Ah, isso pode!


Então hoje eu vou me cuidar - de cabelo pintado, amém - mas amanhã eu dou as caras no bar...

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Me deixou feliz!

1 - Olha quem chegou!!!!!



Agora só falta meu livro de customizações chegar e... bingo! Vou ter alguma diversão!

Inclusive, vou aproveitar o espaço pra indicar a IdealShop para quem quiser comprar camisetas, bolsas, acessórios... tem uns produtos bem legais, o envio é rapidinho e ainda mandam um cartãozinho fofo de agradecimento e adesivos legais (mimando os clientes).

2 - A Primavera também chegou!!!! Mesmo com chuva, tá valendo! Adoro!

3 - Friends está completando 15 anos! Pra mim, até hoje, nenhum seriado bateu Friends!

4 - Achei dinheiro esquecido numa bolsa! Tudo bem que era R$6,00, mas nos dias de hoje... rende quase 1 metro de feltro, hahaha!

Eeeeeeeeeeh!!!! Acabou a lista, tchau!

Nada melhor do que o tempo!

Eu não sou o tipo de pessoa que fica desejando e fazendo o mal pra quem me sacaneia. Eu aceito os fatos, rogo umas pragas (coisa de momento, normal) e deleto a pessoa da minha mente. Não penso mais nela. Ponto.

Mas claro que eu mantenho os fatos arquivados pra rir da cara das pessoas mais tarde, porque, sabem, aqui se faz, aqui se paga!

Agora, não tem preço reencontrar, na fila do supermercado, um ex-namorado fdp (sabem, o cara aprontou horrores comigo) e ver que ele esta um traste, deformado, quase irreconhecível, muito feio, um... um... bolão!

Ah, realmente não tem dinheiro que pague este prazer!

Me sinto tão vingada! :)

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Se eu não durmo, ninguém dorme

Mais ou menos nessa linha de raciocínio, eu desejo que chova muito hoje de noite. Tipo, que chova horrores!!!

É que, sabem, eu estou com uma amigdalite do inferno. Passei por três (03) médicos diferentes em questão de 05 dias. Não estou trabalhando desde terça-feira e, por mais que isso soe como folga para algumas pessoas, pra mim, é castigo. Eu odeio ficar em casa doente!

Como "estar doente", além de "não ir trabalhar" inclui "não sair para se divertir", eu quero que chova muito, muito, muito hoje de noite! Porque assim, eu não vou ter vontade de estar em outro lugar que não seja a minha cama. Se eu não saio, ninguém sai, hahahah!!!! Desculpem o egoísmo.

Agora três conselhos para quem tiver amigdalite:
1 - Vá direto no Otorrinolaringologista. Evite o Plantão da Unimed - principalmente o de Garibaldi.
2 - Não tome bebida com gás! (eu só queria uma água com gás, inofensiva... mas se eu tivesse tomado ácido sulfúrico, teria doído menos)
3 - Procure não espirrar. Dói tanto quanto a água mineral.

OBS: também acho que cu com assento soa melhor. Cú.

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Mas que cu!

Desculpem o título, mas era pra chamar a atenção mesmo!

Pessoal que tem blog nos quais eu comentava, por favor, deixem uma mensagem na janela de comentários. Eu andei tentando modificar algumas coisas e perdi a lista dos blogs que acompanhava, então, sejam queridos e colaborem!!!!

Vou ter que cadastrar todos, um por um, novamente... é um cu mesmo!

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Fever night... fever day...

Eu estava dormindo tranquilamente, até que me virei na cama e despertei do meu sono. Eu sentia cheiro de forno elétrico. Quem tem forno elétrico em casa sabe. Independente do que se asse por lá, o cheiro final é o cheiro padrão de forno elétrico. E era esse o cheiro que não queria me deixar dormir.

Mas... como assim, esse cheiro? A gente nem tinha usado ele na janta! Bom... meu pai tinha saído para uma reunião e, numa dessas, ele poderia ter voltado com comida e esquentado pros acordados da casa. Como eu estava com uma dor de garganta ficando pior, fui dormir cedo.
Tentei disfarçar o cheiro colocando o lençol no nariz. Nada.

Então eu comecei a sentir dores em vários pontos do corpo. Eram como agulhadas. E eu sentia frio também, mas mão sentia minha pele quente para estar com febre. Só que, aquele cheiro... meu nariz, que já é tri sensível para cheiros, quando estou com febre, fica power. Sente cheiros que não existem, inclusive.

Pensei em que horas seriam... 3, 6? Então eu senti que a bolsa de água quente (cólicaaaa) ainda estava quente. Deviam ser umas 2 horas, então (eu comentei com a Gi... tem gente que sabe as horas pela posição do sol, eu sei pela temperatura da bolsa de água quente, hahaha). Peguei meu celular... bingo! Era 1:52!

Uma luz se acende na cozinha. Alguém estava conferindo o fogo na lareira. Logo, minha mãe, por ver a luz do meu quarto ligada, aparece na porta.

- Tu tá mal? - Ela pergunta.
- Olha... tenho dores no corpo mas estou muito fria pra estar com febre. Alguém usou o forno elétrico?
- Que???
- O forno elétrico, mãe, alguém usou ele depois da janta?
- Por que tu tá me perguntando isso?
- Mãe, minha garganta dói, não me faz falar! Só me diz se alguém usou o forno!
- Não! Ninguém usou o forno.
- Então eu estou com febre.
- Hã?
- Cheiros estranhos. Febre.

Levantei da cama e fui procurar o termômetro. Mesmo estando com a pele bastante fria para estar com febre, minha temperatura beirava os 38ºC e a dor que eu sentia no corpo era muito forte.

Tomei um Paracetamol e voltei para a cama. Iria procurar um médico assim que acordasse. Mas antes, resolvi mandar uma mensagem pra Gi, avisando que não iria trabalhar enquanto não melhorasse.

Não consegui dormir durante todo o restante da noite. Calor e dor. Acordei, fui para o plantão da Unimed e implorei por uma benzetacil (dói, mas não detona o estômago). A vontade de desmaiar era constante. Ninguém se interessou em medir minha pressão, inclusive quando solicitei. O médico que me atendeu, inclusivedenovo, nem disse o que eu tinha. O comentário foi "amigdalas inchadas, mas não tem placas!". Prescreveu a benzetacil, disse pra continuar com o Cataflan e o Paracetamol. Eu devo melhorar em 48 horas, mas até agora, estou meio longe disso, saquinho.

Bunda picada depois, voltei pra casa pra tentar dormir. Consegui. Entrei no msn pra falar com a Gi e ela me contou que quando viu que tinha mensagem minha no celular, de manhã, ficou tri feliz pque achou que fosse aviso de coxinha. Explicando: sempre que eu passo na padaria antes de ir trabalhar, compro uma coxinha pra ela e mando uma mensagem avisando.

Então, aqui estou, desde ontem, parte do meu tempo na cama, outra parte no computador, porque digitar só requer dedos e uma mente pensante, isso dói menos que qualquer outra atividade.

Por isso, se vocês entrarem aqui no blog e notarem algo estranho, sou só eu, tentando uns novos fundos de página. Encontrei um outro site com modelos de backgrounds, mas não são tão fáceis de se aplicar. Tem um de caveirinhas que é a minha cara, mas o código não está sendo aceito, raios!

Não aguento mais ficar em casa! Humpf!

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Tão difícil quanto fotografar criança!

É assim pra conseguir bater uma foto minha de tênis, hehehe!!!!


Mas o Rafa Alaniz, meu colega do curso de foto - aquele curso que fiz em maio com a Buki - conseguiu!!!

Se bem que com os boatos de Kings of Leon no Brasil e a confirmação do show do AC/DC, capaz do meu All Star querido voltar à ativa antes do que ele espera! E por causa nobre!

Não sei por que...

... mas eu tri me identifico com esse gato, hahaha!

Fonte: www.garfield.com

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Vamos ver



+



Espero que este livro melhore ainda mais a paixão que tenho por camisetas.

E sabendo que o livro esta a caminho, não pude resistir quando encontrei esta camiseta!!!

Só deu David essa semana! Acho que vou rever o Labirinto, hehehe!

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Heteropdoa davidbowie :/

Eu tenho pavor de aranhas né...

Aí eu entro no site do Terra e me deparo com a seguinte reportagem:

Nova aranha é batizada de David Bowie.


Óbevioooo que eu não ia colocar a foto do monstro aqui né... inclusive, precisei de muita coragem pra ler a reportagem até o fim, com aquela aranha loira (sim, loira!) me encarando.

E fiquei tri feliz de saber que existem em torno de 41 milhões de espécies de aranhas no mundo, MAS que isso deve ser só 10 ou 30% do que realmente existe! Rá!
Justificar
E então que estão batizando elas com nomes tipo David Bowie para conscientizar o povo de que elas precisam ser preservadas.

Na boa... se depender de mim, é só uma chance de matar um David Bowie!!!

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Grrrrr!!!!!

Sabem o que é pior do que escorregar no limo e cair de joelhos em frente à porta da garagem, em plena chuva, bem no início do dia?

Tchãrãm! É descobrir que, debaixo da porta da garagem, tinha uma aranha!

Não adianta, meu dia já começou acabado!

www.garfield.com

sábado, 29 de agosto de 2009

Feito trêm descarrilhado

Sabem quando esta tudo indo bem e, do nada, as coisas parecem virar uma bagunça?

Aquela sensação de que a curva surgiu e não deu pra acompanhar como deveria?

São várias pequenas coisinhas que estão fazendo eu me sentir como um carro que caiu na valeta.

Livros acumulados que não consigo arranjar forças pra terminar de ler - não que sejam ruins, mas falta o que chamamos de "voia", aqui, na região italiana.

Tenho algumas encomendas de gatos e não consigo parar nem pra riscar os moldes.

Meu quarto esta uma desordem completa... eu vi uma camada de poeira numa das prateleiras que quase me fez chorar. Eu odeio bagunça! Odeio sujeira!

Eu me sinto travada, plantada, colada no chão. Quero fazer as coisas mas não consigo dar o primeiro passo, é terrível!

A vontade que eu tenho é de poder parar o mundo pra descer dele um pouco, mas sei que isso não resolveria nada.

Acho que o mais sensato é tentar parar tudo por uns dias, sem sentimentos de culpa, pra ver se consigo voltar com gás total. Resumindo... hora de chutar o balde.

Inclusive, são 23:53 e tem show na Baia do Bidu. Eu estou aqui, sentada, esperando uma das caronas dar sinal de vida porque não tenho a mínima inspiração para caminhar 1 quadra até a festa.

É uma vergonha! Força nesse corpo guria!!!!

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

O Dodge do Mês

Meu irmão pediu para eu tirar algumas fotos do Dodge dele (que é lindo, maravilhoso), no domingo que passou. Ele queria mandar as fotos para o site do Museu do Dodge, pois eles sempre escolhem o Dodge do Mês.
Então, passamos pela estação, ruas com casas antigas, trilhos de trem... tudo em busca da fotografia ideal!
Não deu outra, o vermelhinho foi escolhido e tem até os créditos para a fotógrafa (que massagem no meu ego querido)!
Confiram!!! Ficou muito legal!

Bjos

Eu tenho...

... o péssimo hábito de falar coisas de brincadeira. Sabem sobre o que eu me refiro né? Aquelas coisas que a gente fala errado de brincadeira, tipo chamar Tears For Fears de Tias Fofinhas (culpa do Chiveta!), Senhor dos Pastéis ao invés de Senhor dos Anéis e por aí vai (tem vários exemplos que não lembro agora).

Mas disso tudo, acho que o meu maior problema é com a palavra "pen drive". Fala sério, essa história de ficar falando "penis drive" ainda vai fazer a minha pessoa passar vergonha!

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Eu quero!

Eu sou uma pessoa legal, não sou? Siiiiimmmm!!!!

Eu não faço mal pra ninguém, faço? Nããããããooooo!!!

Eu mereceria ganhar um presente bem legal, estão de acordo? Siiiiimmmmm!!!!!

Então, se todos vocês que passam por aqui juntarem uns pilinhas (uns 10 pila cada um), vocês conseguem me dar este presente, que eu tanto queria, mas que para uma pessoa só pagar, é muito caro!

Até pode ser de dia da criança, sem stresse!

Bjos pissuau!

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Coisas do dia-a-dia.

- Rodrigo!
- Prrrrrlllll!!!!!
- Hahahaha!
- Hahahahaha!
- Tu esperou eu falar Rodrigo ou tu ia fazer barulho de peido pra qualquer um que atendesse?
- Hahahaha, eu ia esperar tu dizer "Rodrigo", né!
- Ah bom, porque o novo coordenador está aqui do meu lado e poderia ter atendido, sabia?
- Hahahaha, seria bom pra ele aprender desde cedo com que tipos de pessoa ele vai lidar!
- Sim, porque as chances de atender o telefone e escutar barulho de peido, sem ter vindo de ti ou da Gí, são nulas.
- Hahaha, que situação hein...
- Me espera pra almoçar?
- Sim, na verdade, era isso que eu ia te pedir.
- Hein, vamos almoçar fora! Eu tenho tanta vontade de almoçar fora... desde ontem, lembra?!
- Ah, mas hoje tem lasanha de frango!
- Frango! Afffff!
- Ah, esqueci de novo que tu é vege...
- Tá ruim pra mim hoje, muita carne.
- Mas tem lasanhaaaaaa! Vamos amanhã!
- Mas amanhã tem cachorro quenteeeee!
- Mas tu é vegeeeee!
- É que eu tiro a salsicha.
- Uuuiiiii! Amanhã eu pego a tua salsicha, então!!!!
- Mas só se tu me der o teu feijão, hoje, uuuuiiiiiii!
- Hahahahah! Tá, te espero lá em baixo, seu podre.
- Porca! Tchau!
- Prrrrrrlllllll!!!!!

Hããããmmm...

Sabe quando tu tem vários assuntos sobre os quais gostaria de falar e paciência nenhuma para organizar as ideias e postar os tais assuntos?

Então, aqui estou eu, com este problema.

Pinhão, tu ainda existe? Manda de novo o teu endereço ali no Japão, please? Não, não vou te contar o que eu quero com o endereço, hahaha! Mas adianto que, pela minha situação financeira, não vai ser uma visita ao Japão.

Viram que troquei a imagem do perfil? Eu ganhei essa imagem nova ontem de manhã! Sim, eu ganhei! Ela foi feita pra mim e eu achei a minha cara! Adorei muito!!! Tem caveirinhaaaaa!!!!


Prometo que vou tentar me concentrar num texto, para não deixar o blog mofando.

bjs

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Não tô pra papo de grávida...

Sério... nada contra as grávidas! Eu adoro elas! Elas colocam no mundo os filhos que eu não penso em ter! Só que, hoje eu voltei do almoço e estavam todas as mulheres num bolinho, falando de filhos e de gravidez e dos palpites que as pessoas deram errado sobre ser menino ou menina. Sentei sozinha num banco e fiquei quietinha. Do outro lado, uma colega e um colega falavam dos filhos.

Putz! Chega né! Normalmente eu escuto e até participo com as minhas vastas experiências de tia, mas hoje não... hoje eu não tô pra papo de grávida, nem de filho. Realmente acho que só existe uma parte boa nesse lance de reprodução, o resto é dor de cabeça.

Eu já parei pra pensar que, com 28 anos, já deveria estar cogitando a possibilidade de, algum dia, querer ter filhos, mas a cada dia que passa eu penso o contrário! Eu realmente não me vejo dando conta do tirão que é ter uma criança só pra mim! Eu nem penso em casamento! Penso em morar junto e olha lá!

Filhos e casamentos ficam tri bem nos outros!

Eu me sinto tri realizada sendo tia e acho a Erica o máximo dos máximos. Assim está muito bom e espero continuar sendo só tia por um booooom tempo!

Deu, agora vcs já sabem uma coisa assustadora sobre mim (não que eu não vá mudar de opinião um dia, mas normalmente, quando falo que não penso em ter filhos, as pessoas ficam chocadas).

E já que eu confessei isso, lá vai mais uma, pra causar total:
Odeio dia de sol! Odeio sol! Meu negócio é dia nublado! E se estiver frio, melhor ainda! Sou tri criatura das trevas! Tomara que o inverno nunca acabe, hahahaha!!!!!

E agora eu vou escutar The Wallflowers tocando Heroes, porque acordei com desejo disso hoje.

E sonhei que estava fazendo aulas de guitarra.

E a minha tpm tá bombando!

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Nós voltamos!!!!

Nós quem?

Eu e os buracos da estrada!!!!

Sim, depois da chuva do final de semana, estão todos lá de novo! Uns maiores, outros menores, alguns mais profundos e tem até aqueles que a gente desvia, com medo de cair dentro e nunca mais ser encontrado! Mas o bom da história é que estão todos lá, afinal, é para isso que a gente paga impostos, certo?

Estrada com buracos, sem sinalização, brilhante de chuva, pra ajudar mais na pouca visibilidade... amoooo!!!!

No mais, desculpem o atraso. Meu estômago e eu não tivemos uma semana boa e estamos tentando nos cuidar. Também estamos tentando não nos estressar, já que temos medo de endoscopia. Sim, temos esperança de melhorar só na boa vontade.

E como estamos tentando levar as coisas numa boa, estamos aproveitando este pequeno problema para perder algum peso. Tem funcionado até...

Volto quando estiver mais inspirada.

Boa semana people!!!

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Nada é tão ruim...

... que não possa piorar!


"O piso era de terra batida e sua cabeça quase encostava nas vigas do teto. Ali as aranhas ainda viviam, aranhas perturbadoramente grandes, com manchas coloridas nos corpos cinzentos. Muitas eram mutantes, tendo há muito perdido o contato com suas teias. Outras tinham olhos de quem prepara o bote; outras, ainda, chegavam a ter 16 pernas."

Stephen King - A Torre Negra / O Pistoleiro


Eu digo: esse é o cara que consegue me deixar com medo!

sexta-feira, 31 de julho de 2009

Besteirinha útil

Hoje eu tenho uma festa de aníver em Bento.

Quando eu tenho que dirigir, não bebo, ou bebo muito pouco.

Mas sabem o que eu mais queria hoje? Uma garrafa de Stella falsa, que fingisse estar gelada e tivesse uma imitação de cerveja dentro dela. O líquido poderia ir até a boca da garrafa mas não sair, aí eu poderia fingir que estava bebendo algo e teria meu ponto de equilíbrio garantido.

Ou sou só eu que me sinto completamente perdida sem um copo ou uma garrafa para segurar?

:/

segunda-feira, 27 de julho de 2009

E quem explica?

Na noite de sábado para domingo eu sonhei que encontrava uma amiga minha dos tempos de escola. Eu estava em uma loja, provando uma roupa e ela apareceu. O encontro foi a festa de sempre, falamos alguma besteira e rimos muito. Realmente estranho ela aparecer em um sonho, sendo que eu não encontrava ela há muito tempo.

No domingo de manhã, entrei no orkut e? Lá estava ela, me adicionando como amiga.

Coincidência, não?!

Tem mais!

Então eu lembrei de uma conversa com a minha colega, na quinta-feira, logo depois do almoço.

Ela começou a conversa perguntando se eu lembrava que ela havia comentado que já não sonhava com o pai dela (falecido em janeiro) há algum tempo. Disse que sim, ela havia mesmo dito isso há pouco tempo.

Então ela contou que havia sonhado novamente. O sonho era estranho, até então, por isso ela não havia tocado no assunto. Ele apareceu para ela com uma nota de 25 reais (sim, uma nota de 25 reais) e disse pra ela pegar aquele dinheiro e comprar um chinelinho pra mãe dela, porque ela estava sem.

E naquele mesmo dia, quando ela foi almoçar na casa da mãe dela e contou sobre o sonho, ficou surpresa com a reação que causou, porque, chorando, a mãe dela disse que havia saído de casa no dia anterior, para comprar um chinelinho barato e não havia encontrado.

Coincidência demais para ser coincidência?

Quem explica essas coisas?

****************

EM TEMPO: a cirurgia do Elvis foi um sucesso e ele já esta em casa, todo faceiro. Agradeço pelo apoio de todos, mais uma vez. Até confesso que fiquei surpresa com o carisma do guri, porque muita gente ligou para mim na sexta, querendo saber notícias dele e hoje, "Como esta o Elvis" foi a pergunta do dia (até a esposa de um chefe ligou querendo notícias - se ele souber, vai ficar mais metido ainda).

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Boletim Hespitalar do Elvis

Sim, quando eu era pequena, eu falava "hespital". E também atendia o telefone dizendo que era da "resistência do Roberto Lorenzi", ao invéz de residência, hahaha.

Mas enfim, deixemos as piadas de lado porque o assunto é trágico.

Os danos cerebrais do Elvis foram descartados, ou seja, ele não vai ficar mais louco do que já era, que bom!

O olho dele também não sofreu ferimentos e a visão está perfeita - ótimo!!! \o/

Masssss... quebrou o osso da frente da mandíbula dele, que deixou o lado esquerdo da boca separado do lado direito.

Então, assim que conseguirmos hora, ele será levado para Caxias para ser operado. O Elvis vai ganhar um pino no queixo. Aproximadamente 3 horas de cirurgia. E vai passar o final de semana hospedado na clínica.

Tadinho do Pelvis, tomara que chegue segunda-feira logo e ele volte pra casa.

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Eu tento achar que a humanidade tem salvação, mas...

Um casal que passou muitos anos junto se separa.

Separação turbulenta, muita confusão e heis que alguns vários meses depois, as coisas parecem acalmar.

Então acontece algo estranho.

Uma amiga da moça deixa um depoimento no orkut dela, falando que acha legal a capacidade que ela tem de lidar com uma separação que foi tão delicada e sair por cima, tão feliz e decidida, já com um novo amor, sem se importar com os cruéis olhos da sociedade.

No dia seguinte, descobre-se um depoimento no orkut do rapaz. Um depoimento da mesma amiga. O depoimento falava que tinha sido uma pena eles não terem se encontrado na festa do sábado e que seria ótimo revê-lo, desejando-lhe uma ótima semana e vários beijos!

Eu estou tentando com todas as minhas forças não jogar essa amiga da amiga no buraco da podreza humana e esperar para ver o desfecho da história, achando que, no fundo, as pessoas são do bem - mas isso está sendo muito difícil.

A minha amiga, por sua vez, não só jogou a fulana no buraco, como finalizou com a pá de terra por cima.

Agora, o Elvis.


Os nossos bichinhos de estimação nunca tiveram problemas.

Então aparece uma bola estranha na Giggia - que não era nada, ainda bem - e, como se não bastasse, o Elvis (nosso cachorro) acaba levando uma pancada na cabeça.

Melhor dizendo, o Elvis levou uma mamoeirada na cabeça. Maldita mania que ele tem de ficar junto, conferindo tudo o que acontece, sobrou pra ele quando o mamoeiro foi cortado.

Apesar de soar engraçado "caiu um mamoeiro na cabeça do Elvis", a pancada que ele levou foi forte e ele se machucou bastante, tanto que precisou ser levado às pressas para a veterinária e lá acabou passando a noite.

Peste de cachorro que tem o latido mais irritante que eu já escutei, que tem medo do chão da cozinha, tem medo de temporal e tem medo de várias outras coisas absurdas e que não tem noção da força que tem, nem do fiasco que faz os donos passar.

O Elvis adora ficar na frente de casa e ninguém resiste ao seu charme. Ele conhece mais gente na cidade do que eu. E as pessoas conhecem ele pelo nome! Pior que isso, elas conhecem tanto ele, que, quando ele foge, a gente recebe telefonemas informando o paradeiro do guri!

Ele é grande mas é completamente bobalhão e ingênuo. Ele corre de qualquer poodle que mostrar os dentes pra ele (é constrangedor), mas, ao menos desistiu de sair encoxando todo mundo, como fazia antigamente.

E ele também finge que não é o Elvis, como na noite em que saímos para ir pro Joe e ele estava na frente de casa. "Elvis, vai pra casinha!" - e ele, sentado atrás de um arbusto, só com a cabeça pra fora, olhando pros lados como se não fosse com ele. Idiota.

Entenderam a relação de amor e ódio? Ele me irrita mas eu adoro ele! Ele é chato mas é legal!

Ontem fomos ver ele, ele consegue caminhar e abana o rabo pra gente. Foi direto deitar a cabeça no nosso colo e tremia muito, com aquele olhar de "ai, eu tô mal!".

Agora estamos esperando o próximo boletim hospitalar dele, já que não estava descartada a possibilidade de ele ter sofrido alguma hemorragia interna e também havia suspeita de que ele tivesse quebrado o maxilar.

Tomara que o mala volte logo, é muito silencioso sem ele por perto.



Foto do Elvis, tirada numa tarde em que ele se enfiou em todas - todas mesmo - as fotos que tentamos tirar da Erica. Então eu resolvi tirar umas só dele. Sim, ele fez pose para as fotos.

domingo, 19 de julho de 2009

Homem macho

Já levei um fora. Acho até que já levei mais e duvido que alguém aqui não tenha levado. O fato é que eu levei um fora que doeu. Foi um fim de namoro em 1997 (cruzes, estou ficando velha). Enfim, não é do fora que eu quero falar.

O que eu quero dizer é que aquele cara, que namorei por vários meses e que terminou comigo, era um homem com atitudes de macho e que eu tenho sentido muita saudades de homens assim, ultimamente.

Não estou querendo dizer que quero um cara que fique me dando foras, não entendam mal. Eu estava apenas lembrando do quanto eu ficava imaginando o que se passava na cabeça dele, se ele gostava de mim tanto quanto eu gostava dele. Lembrei do quanto eu me sentia segura com ele, ao mesmo tempo que me sentia insegura porque eu queria que ele fosse só meu, com garantia de que fosse eterno.

Ele foi o cara que me tirou do fundo do poço de uma fase de ataques de pânico terríveis que tive.

A gente não se falava todos os dias. Não existia internet e o celular era aquele tijolão que só os ricos tinham (e isso tudo em 1997).

A gente só se via nos finais de semana e, exporadicamente, quando ele precisava passar por Garibaldi durante a semana, passava aqui em casa para me dar oi. Eu adorava isso! Era como encontrar a figurinha premiada do pacote de salgadinho!

Ele tinha os momentos de insegurança dele também, mas o mundo não tomava conhecimento disso, afinal, ele era o cara com o controle da situação.

Tivemos nossas brigas (nada de agressões físicas). Ficamos de mal um com o outro. Ficamos emburrados, um em cada canto do sofá, esperando o outro dar o braço a torcer (isso demorava horas). Lembro de até ter dito que ele estava com a razão, mesmo achando o contrário, só pra poder sentir o abraço forte, grande e seguro dele de novo. O abraço dele era o melhor lugar do planeta, sem dúvidas.

Eu admirava ele e tinha orgulho de estar ao lado dele.

Eu não sinto falta dele, do cara em sí, mas do que eu tinha com ele.

(e agora vem a parte em que eu fico braba)

Porque eu cansei de homens dramáticos! Eu cansei de ter que bancar o macho dos relacionamentos! Eu cansei de escutar "eu te amo" que soa como "bom dia"! Eu cansei de homem que fica ligando e mandando 986882341381029 mensagens por dia! Eu cansei de homem que não aceita um final de relacionamento e que fica magoadinho com qualquer coisa, como se fosse um emo disfarçado ou uma mulherzinha em apuros!!! Também cansei de cenas patéticas de homem que não sabe seguir seu caminho - que não é o mesmo que o meu - e fica parado de tocaia cuidando meus movimentos. Eu estou realmente farta de homem que só entende o recado quando a minha paciência esgota e eu sou obrigada a chegar ao auge da grossura humana!

Sentimentalismo exagerado é coisa de mulher!

Mulher gosta de se sentir protegida e não protegendo! Isso é uma tarefa que ela desempenhará com os filhos. FILHOSSSSSS!

Eu não estou dizendo que homens devam agir como ogros pra provar sua masculinidade, só estou querendo dizer que drama e sentimentalismo demais não pegam bem em homem!

Mas se aguentar um ogro for a única forma, que venha o ogro, então!

Nota do autor: se você, que acabou de ler este texto, for homem, se sentir ofendido e quiser comentar algo desagradável, pense bem antes de escrever e lembre que este blog é meu e que para eu chegar ao ponto de colocar este texto aqui, é porque as coisas passaram do limite do aceitável. Saiba que este texto não é um debate (ou seja, a opinião contrária não me interessa), que estou de TPM e sou vingativa e malvada quando necessário. Obrigada.

terça-feira, 14 de julho de 2009

Post pra Buki



Buki, lembra que eu te falei do Ville Valo? Olha ele ali, com Wicked Game.

Yes, Laura, é pra ti também. Tenho a impressão de que isso te agrada, hehehe!


Bjs

segunda-feira, 13 de julho de 2009

É Rock n' Roll, U-huuu!!! \o/

Eu não falei de Natal, Ano Novo, Carnaval, Páscoa, Dia dos Namorados, nem da Morte do Michael Jackson. Mas hoje eu vou me pronunciar!

Como todos devem saber - todos os seres humanos providos de bom gosto musical - hoje é o Dia Mundial do Rock n' Roll.

Posso começar, lembrando que, se o Rock não fosse tão importante para as pessoas, ele não teria um dia somente para ele. Quantos outros gêneros conseguiram um feito destes?

No início, alguns teimaram que o Rock era coisa do Diabo.

Particularmente, acho que o Rock foi um ato de Deus para fazer as pessoas felizes.

Mas sem querer ficar dando méritos para Deus ou o Diabo, pois cada um teria uma opinião diferente, fica aqui a minha gratidão por todas essas pessoas que resolveram se juntar e formar as bandas que eu amo.

Também agradeço pelas pessoas que montam bandas para tocar músicas boas em bares e garantir a nossa (tá, minha, eu sou tri egoísta quando o assunto é música) diversão.

Porém, mesmo sabendo da importância de Elvis, Beatles, as bandas de Rock antigo - que merecem todo o respeito - eu vou puxar a brasa pro meu assado. Grunge de carteirinha e militante do movimento nos anos 90, hoje, eu não consigo pensar em outra banda cuja existência eu agradeceria.

Meu eterno louvor ao Pearl Jam, minha banda de estimação, que sabe fazer bonito nos palcos e tratar seus fãs com respeito. Muito obrigada por existirem!!!

E Eddie, quando quiser, pode passar lá em casa pra tomar um vinho (sim, vinho... o cara é casado e tem filha né gente, o respeito é uma via de mão dupla, em boca fechada não se vai à Roma... essas coisas, hahaha).

Ainda em tempo: um Feliz Aniversário pro meu colega de trabalho favorito - o Maurão - que teve rabo o bastante pra nascer em 13/07. Mauro, seu trapel, repete comigo, bem rápido: tô limps, tô limps, tô limps, tô limps, tô limps...

Yeah! \o/

sábado, 11 de julho de 2009

Como nos velhos tempos.

Manhã de sábado. Chuva, frio e vento. Saímos do carro na pressa. Pela distância que estávamos da porta da Biblioteca, abrir o guarda-chuva nos molharia mais do que uma corridinha.

Minha mãe queria retirar um livro então, aproveitei a oportunidade para conhecer as novas instalações na nossa Biblioteca Municipal.

Enquanto ela se distraía nas Biografias, eu fui passear entre as prateleiras apenas para ver como os livros haviam sido organizados.

Sempre fui íntima da Biblioteca de Garibaldi. Eu lia tanto que tenho até um diploma de Amigo do Livro.

As coisas mudaram depois que comecei a trabalhar em Bento. A Biblioteca fechava muito cedo e eu não conseguia mais retirar livros. Comecei a compra-los e a organizar minha biblioteca particular.

Com a reinauguração da Biblioteca, surgiram novos horários - ela fecha mais tarde e abre nos sábados de manhã. Então decidi que voltaria a retirar livros - ao menos os livros que não via motivos para comprar.

Enquanto passeava pela Literatura Estrangeira, encontrei os livros da coleção Jardim dos Esquecidos, de V. C. Andrews, que li na época em que nos mudamos de casa. Que saudades!

Passei para o outro lado da prateleira e encontrei quem eu queria: Stephen King.

Eu só ia dar uma conferida se todos os meus velhos amigos estavam por lá, se haviam novidades... Encontrei o livro Carrie, A Estranha e tirei da prateleira. Olhei ao redor para ter certeza de que ninguém estava vendo e... abracei ele bem forte!!!

Carrie foi meu primeiro livro do mestre do terror. Lembro perfeitamente da Vera - que trabalhava na Biblioteca e entendia muito de livros - entregando ele para mim e dizendo que eu iria adorar.  A Vera sabia das coisas!

Coloquei o livro em seu lugar e, ao lado dele, estava o primeiro volume da Torre Negra. Lembrei do Paulo elogiando o livro. Lembrei da Xanda dizendo que a coleção é ótima mas que o final é broxante. Lembrei da pilha de livros ao lado da minha cama, todos esperando sua vez, indignados com o Amanhecer, que passou na frente deles.

E então... quando saí da Biblioteca, protegendo O Pistoleiro com meu casaco, só consegui pensar numa coisa: o cenário estava quase perfeito para a retirada de um Stephen King. Eu só teria trocado a manhã de sábado por uma noite qualquer. Com chuva. Com frio. Com vento.

E os outros que aguardem, de novo.

039

 

 

sexta-feira, 10 de julho de 2009

I am more I

*Título em homenagem ao e-mail que recebi da Bibi, que já lí mil vezes e continuo achando engraçadíssimo!


Com a tesoura aberta e encostada nos meus cabelos castanhos, presos em um rabo, ela perguntou:
- Posso cortar?
- Aieee! - Foi a minha duvidosa resposta.
- Tu ainda pode desistir, mas se eu fosse tu, cortava. Duvido muito que tu te arrependa.

Então eu lembrei do meu ex-namorado, que odiava pensar que eu queria cortar o cabelo e no quanto eu queria que ele não olhasse mais na minha cara.

- Só se for agora, então. Corta!

Ela cortou. Um chanelzinho com as franjas mais compridas. Eu tinha 17 anos e, desde então, eu defendo a teoria de que o cabelo curto deixa as mulheres mais independentes.

Só quem já cortou ele curtinho sabe a sensação de liberdade que ele nos proporciona.

Eu, por exemplo, sei que meus conflitos internos podem ser resolvidos por uma tesoura. É batata, conforme ele cresce, eu vou me sentindo presa, submissa e Amélia demais. Cortar o cabelo, para mim, é como massagear a alma e mandar a auto-estima lá pra cima.

Sem falar na economia de shampoo e no quanto lavar e secar os cabelos se torna uma atividade rápida e prazerosa!

Enfim, ainda não tenho foto do cabelo novo, mas acho que vcs já adivinharam que eu andei cortando né?! Hehehe... ficou tão powerrrrr!!!