quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Dezembro / 2008

Como eu comentei com alguns, logo no início de dezembro eu percebi que este seria o mês das surpresas. Não errei.
Aconteceram muitas coisas boas! Surpreendentes, acho que seria a palavra correta para essas coisas (que não são bem coisas né... tudo isso envolveu pessoas).
Também aconteceu uma coisinha bem chata que me fez ver que 2009 vai precisar de mudanças. Que não vai dar pra ficar assim. Então vamos lá!
O saldo final de 2008 até poderia ter sido melhor (sempre pode - não é só o pior que não tem limites, o melhor também não tem), mas foi perfeito assim, desse jeitinho.
Vai deixar saudades, claro. Ainda mais com o frio na barriga que estou sentindo em relação a 2009.
Acho que 2009 vai ser com os pés no chão - tarefa difícil para uma aquariana. Mas acho que está na hora de pensar sério em algumas coisas e traçar novos objetivos.
Era isso, pessoal! Obrigada pela companhia neste ano. Foi muito bom ter vocês por perto - e vai ser melhor ainda continuar assim!!!!

Feliz Ano Novo!!!!!
(em laranja, a cor da criatividade, que vou precisar!)

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Inferno Astral


Então gentes... meu Inferno Astral começou ontem. Agora são 01:28 de segunda-feira, dia 29.12 e eu?

Bom... eu acabo de aprender a fazer fuxicos, hehehe!!!!

Já comecei gostando dessa coisa de Inferno Astral!

sábado, 20 de dezembro de 2008

Sorte de hoje: Procure viver pela paz, não por conflitos.

Perfeito para hoje (20.12.08).

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Retomando

Pra quem ficou curioso com a lista, ela é apenas um lembrete de várias coisas que preciso fazer até iniciarem minhas férias, no dia 20.12:

Presente Papai Noel dos Correios:

  • mandar encadernar o livro de colorir. - OK
  • escrever a cartinha para mandar com o presente. - OK
  • embalar tudo lindamente e mandar pro correio entregar - até 12.12.08. - OK

Amigo Secreto do Escritório - revelação dia 18.12 - peguei uma pessoa que já tem tudo, então, vou ter que personalizar. Pra isso, conto com uma equipe de apoio muito eficiente e preciso do seguinte:

  • pegar foto que falta (até hoje). - OK
  • mandar imprimir todas as fotos em 5x7. - a Pavan não revela 5x7 na hora, que ótemo, vou ter que mandar amanhã, em Bento, e isso atrasa toda minha vida! - OK
  • pesquisar frases de impacto sobre família, filhos, casamento. - OK
  • pesquisar layout de páginas sobre os temas acima. - OK
  • ter a página pronta para, no máximo, 16.12.08.

Amigo secreto das Goréias (minha turma de anos e anos e anos e...).

  • comprar o presente até dia 19.12.08 (revelação antes de assistir Crepúsculo - toda turma disputando lugar com as adolescentes, hahaha). - OK

Promessa é dívida:

  • comprar o cd Chinese Democracy e mandar pro Michel - apostei com ele que o cd nunca seria lançado e, na semana seguinte... - OK

Outros:

  • comprar uma lembrancinha pra Uli, de aníver dia 17.12 (minha irmã). - OK
  • descobrir com quem estão meus cds do ABBA e do Velvet Revolver. A pessoa com o cd do ABBA deve estar, também, com o DVD do ABBA.
  • ver os caminhões de Natal da Coca Cola dia 10.12. - furou... não ví passarem.
  • tirar o pó do quarto antes do Natal!
  • emagrecer um pouco, se possível!
  • tomar algum banho de sol ou fazer bronzeamento, já que, infelizmente, eu não sou vampira e não vou ser mordida pelo Edward!
  • limpar as gavetas do quarto.
  • recortar as revistas lidas.

Era isso. Não lembro de mais nada que deva estar na lista. Ainda bem!

domingo, 7 de dezembro de 2008

Não posso esquecer!!!

Vou deixar aqui também, pra não correr o risco de esquecer (porque se eu for confiar na minha memória...).

Tá, coloquei de proteção de tela no note... sinto que não vou falhar!

sábado, 6 de dezembro de 2008

Eu vou!

Hahaha... pro Joe né! Acharam que eu ia aonde?


Hoje tem uma banda de um amigo de uma amiga minha (a Rê) e ela fez alta propaganda sobre a performance de palco do vocalista, que é muito engraçado... não vou perder essa!!!!


Criatura, que final de semana prolongado! Folguei na sexta, então, a bagunça começou ainda na quinta... Bar Joe. Muitas risadas e ótimas fotos. Eu amo esse bar, me sinto em casa (acho que já falei isso)!


Ontem fomos para o Bulevar. Era uma noite de Blues, tinha Fernando Noronha e outras bandas. A festa foi no complexo John Bull e o lugar é muito mais legal que o Bulevar... não sei porque eles insistem em manter todo mundo esmagado num lugar, quando tem outro bem maior, que caberia muito mais gente e que é muito mais legal, como o local onde foi a festa de ontem.


Eu pensava "e ainda é só sexta" e sorria comigo mesma. Gostei dessa idéia de começar o final de semana na quinta, hehehe. Já arrumei uma estratégia para não prejudicar a sexta, caso tenha que trabalhar. Chego em casa na quinta e durmo até a hora de sair.


Por falar em dormir, eu tenho dormido mais que a média. Não é raro eu chegar em casa e, ao invés de fazer algo saudável, tipo caminhar, eu me jogo na cama e durmo umas duas horinhas... eu durmo tão feliz, eu gosto tanto de dormir!!!!


Penso até que devo ter algum problema com o sono porque ele nunca é demais!!! Eu, na horizontal, durmo.


Eu durmo tão facilmente, que, não raramente, dormi antes de conseguir desligar a luz. Acordei com aquele calorão da luminária e o braço espichado, quase no botão de liga / desliga.


Por isso que hoje eu vou... dormi de manhã. Fui dar uma cochiladinha de tarde e acabei visitando a terra dos sonhos por umas 5 horas (lembro de ter sonhado que tinha quebrado um dente... doeu um monte e não tinha plantão odontológico!!!).


Se eu ficar em casa, vou dormir de novo... "e ainda é sábado", hehehe!!!


E lá vou eu encarar a tarefa do "que roupa ponho", mais uma vez!!!


Bom finde pessoal!


Coisa de fim de quinta!

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

INOCÊNCIA INFANTIL

Havia, na revista 'Pais e Filhos', um espaço de Pedro Bloch, pediatra e teatrólogo, de coisas engraçadas que as crianças diziam. Essas historinhas são verdadeiras.


Uma menina estava conversando com a sua professora. A professora disse que era fisicamente impossível que uma baleia engula um ser humano porque apesar de ser um mamífero muito grande, a sua garganta é muito pequena.
A menina afirmou que Jonas foi engolido por uma baleia.
Irritada, a professora repetiu que uma baleia não poderia engolir nenhum ser humano; era fisicamente impossível. A menina, então disse:
- 'Quando eu morrer e for ao céu, vou perguntar a Jonas'.
A professora lhe perguntou:
- 'E o que vai acontecer se Jonas tiver ido ao inferno?'
A menina respondeu:
- 'Então é a senhora que vai lhe perguntar.'


Uma professora de creche observava as crianças de sua turma desenhando.
Ocasionalmente passeava pela sala para ver os trabalhos de cada criança.Quando chegou perto de uma menina que trabalhava intensamente, perguntou o que desenhava.
A menina respondeu:
-'Estou desenhando Deus.'
A professora parou e disse:
-'Mas ninguém sabe como é Deus.'
Sem piscar e sem levantar os olhos de seu desenho, a menina respondeu:
- 'Saberão dentro de um minuto.'


Uma honesta menina de sete anos admitiu calmamente a seus pais que LuisMiguel havia lhe dado um beijo depois da aula.
- 'E como aconteceu isso?' Perguntou a mãe assustada.
- 'Não foi fácil', admitiu a pequena senhorita, 'mas três meninas me ajudaram a segurá-lo'.


Um dia, uma menina estava sentada observando sua mãe lavar os pratos na cozinha. De repente, percebeu que sua mãe tinha vários cabelos brancos que sobressaíam entre a sua cabeleira escura.
Olhou para sua mãe eperguntou-lhe:
-'Porque você tem tantos cabelos brancos, mamãe?'
A mãe respondeu:
-'Bom, cada vez que você faz algo de ruim e me faz chorar ou me faz triste, um de meus cabelos fica branco'.
A menina digeriu esta revelação por alguns instantes e logo disse:
- 'Mãe, porque TODOS os cabelos de minha avó estão brancos?'


Um menino de três anos foi com seu pai ver uma ninhada de gatinhos que haviam acabado de nascer. De volta a casa, contou, com excitação, para suamãe que havia gatinhos e gatinhas.
- 'Como você soube disso?' perguntou a mãe.
- 'Papai os levantou e olhou por baixo', respondeu o menino. 'Acho que aliestava a etiqueta'.


Todas as crianças haviam saído na fotografia e a professora estava tentando persuadí-las a comprar uma cópia da foto do grupo.
- 'Imaginem que bonito será quando vocês forem grandes e todos disserem:- Ali está Catarina, é advogada, ou também 'Este é o Miguel. Agora é médico'.
Ouviu-se uma vozinha vinda do fundo da sala:
- 'E ali está a professora. Já morreu.'

domingo, 30 de novembro de 2008

Novembro

u tenho dor nos dedos. Mas isso foi porque ontem eu resolvi jogar no time de vôlei da empresa, assim, só pra variar um pouco. Eu fui porque juraram que ninguém era "estrela" naquela quadra e eu, que não jogava desde o Segundo Grau (lá nos anos 90 ainda), não me sentiria mal. Foi legal e acho que vou continuar jogando, de vez em quando...

Novembro está no fim. Eu lembro de estar postando sobre o fim de Outubro... parece tão recente! O tempo está passando muito rápido! Ao menos, quando ele passa rápido é porque está tudo bem. Coisas ruins demoram pra passar, já notaram?

Este mês não foi tão maravilhoso quanto o mês passado, mas não posso me queixar dele. Até porque, vejam bem o que eu encontrei ontem... as caveirinhas brilham no escuro, gentem!!!


Certo, o modelo é masculino e eu rezei para ter o número 37, mas, quem se importa? Eu me senti realizada... amo caveirinhas, como vcs sabem!


E não foi só isso. Novembro teve muita agitação, aconteceram muitas coisas e, em alguns momentos, eu tive vontade de jogar tudo pro ar e sair correndo. Mas como não sou disso, aguentei firme e tudo foi para seu devido lugar!


Neste mês eu me questionei muito. Parei, pensei, avaliei muita coisa. Também me dediquei a tentar ver situações por outros pontos de vista, para sentir firmeza nas minhas decisões. E mesmo me sentindo segura do que era certo eu me questionei se não estava errada.


Essa noite, a Buki me disse "Manô, tu tem uma missão pra HOJE!"


Então eu puxei uma pessoa pela mão, para uma conversa séria. Foi algo do tipo "vem aqui que eu tenho uma conversa séria pra tratar contigo". E a resposta foi "espero que seja a mesma conversa séria que eu quero ter contigo também".

Eu não conversava direito com ela desde o início do ano, por causa de um comentário infeliz que alguém havia feito. Ontem conversamos, conversamos e também conversamos. Tudo ficou muito claro e eu acabei tendo a certeza de que as decisões que me deixaram em dúvida haviam sido a melhor coisa que eu poderia ter feito.

As vezes, as respostas surgem de onde a gente menos imagina. Isso nos ajuda a completar um ciclo. Hoje eu sinto que um assunto foi encerrado e tenho mais fé na minha percepção das coisas.


Outubro foi o mês do retorno. Novembro foi da organização. Está tudo no seu devido lugar.


Pra completar, até o TCC da Gi acabou, a banca se foi, ela tirou uma nota tri boa e tal... mas o que importa é que ela vai voltar ao normal (se é que ela já foi normal né...) e parar de bufar a cada 5min... rsrsrs.


Hoje teve almoço dos "funcionários do encontro de V8" e eu tive que interromper uma conversa ótima, com um amigo que encontro raramente, só porque eu estava virando banquete de mosquito borrachudo - nem repelente eles respeitam mais!!!

O que será que Dezembro reserva para mim?

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

O Natal vem vindo...

Eu adoro o Natal! Me desculpem aqueles que gostam de ficar deprimidos e fazer ceninha nessa época do ano, mas eu acho o Natal tudo de bom!!! Até já tentei adaptar as cores do blog, pra entrar no clima "hohoho".

É, gente, estamos quase no Natal de novo!

Este ano, eu tive a leve impressão de que o Natal começou antes... acho que o comércio está cada vez atacando mais cedo na venda de decorações natalinas. Como minha mãe e eu somos natalinamente influenciáveis, já estamos com a casa toda pronta!

Fazem alguns anos que eu presenteio a minha mãe com algum ítem decorativo, mas só com a casa pronta que eu pude ver a quantidade de decoração que eu trouxe pra casa ao longo destes anos. Vamos ver... fazem uns 8 anos que comecei com isso... é, isso explica muita coisa (rsrsrs).

A melhor parte, até o presente momento, foi ver o primeiro contato da Erica com a Árvore de Natal. Ela olhou, olhou, resolveu tomar coragem de encostar em um galho e, ao tocar no pinheirinho, se encolheu toda de medo. Depois ela passava por ele, olhando meio de lado.

Algo me diz que esse Natal será divertido.

Hoje, fui caminhar e percebi algo novo no ar... era o que faltava para completar o clima: o perfume dos jasmins que começaram a florir!!!

Vou terminando esse post me sentindo mais leve. Entramos na campanha para arrecadar roupas e alimentos para o pessoal de Santa Catarina e, ao voltar da minha caminhada, ataquei o guarda-roupas sem dó, nem piedade. Só pela utilidade que aquelas roupas guardadas terão para pessoas que realmente precisam, já me sinto renovada!

Agora só falta adotar a cartinha do correio, hihihi!!!

Porque os caminhões da Coca-Cola passam aqui em Garibaldi no dia 10/12!!!!!!

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

COISAS QUE SE ATRAEM

Meu colega mandou essa listinha hoje e eu curti, então, vai pra vcs também!

Mãos e seios.
Olhos e bunda.
Nariz e dedo.
Pobre e funk.
Mulher e vitrines.
Homem e cerveja.
Queijo e goiabada.
Chifre e dupla sertaneja.
Carro de bêbado e poste.
Tampa de caneta e orelha.
Moeda e carteira de pobre.
Tornozelo e pedal de bicicleta.
Jato de pipi e tampa de vaso.
Leite fervendo e fogão limpinho.
Político e dinheiro público.
Dedinho do pé e ponta de móveis.
Camisa branca e molho de tomate.
Tampa de creme dental e ralo de pia.
Café preto e toalha branca na mesa.
Dezembro na Globo e Roberto Carlos.
Chave trancando a porta e telefone tocando.
Chuva e carro trancado com a chave dentro.
Dor de barriga e final de rolo de papel higiênico.
Bebedeira e mulher feia.
Mau humor e segunda-feira!!!
Lançamento de carro novo e falta de dinheiro.
Homem bobo e mulher esperta.
Bebado e Polícia.
Mulher fértil e camisinha furada.

Testando

Click to play Fotos Reação em Cadeia
Create your own slideshow - Powered by Smilebox
Make a Smilebox slideshow



Então pessoal... baixei um programinha pra apresentações de fotos e estou começando a me jogar no mundo do scrapbook digital. Aqui vai um teste, vamos ver se rola...

bjs

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Algum tempo depois...

Dia 07/11 eu usei o banco de horas para folgar o dia em função do show do R.E.M. na noite anterior.

Eu ainda não tinha conseguido olhar o que meus colegas haviam preparado porque, em função da correria com a saída do meu chefe, só consegui acalmar tudo hoje.

Aconteceu que, na quinta-feira, eu enviei um e-mail para os colegas de fé, pedindo para eles cuidarem bem da Gi, que estaria sozinha na sexta-feira.

Bom, segue o e-mail aqui:

"
Pessoal, o negócio é o seguinte:

Amanhã, vou tirar o dia de folga. Minha colega de trabalho estará sozinha o dia todo. Vocês sabem que ela tem problemas né, então, peço novamente a ajuda de vocês, para que dêem uma atençãozinha para ela durante o dia. Não comentem que eu pedi para vocês, ela precisa se sentir importante.

Eu acho que vai ser difícil pra ela, porque ela está cantando músicas dor-de-cotovelo desde o início do dia. Ela até já me perguntou a que horas ela pode ligar amanhã de manhã (vejam só)!!!

Então eu preparei o seguinte schedule, para que ela não se sinta abandonada. Conto com a ajuda de todos, seja com uma visitinha, um telefonema (ramal 112 / 114), um oi pelo msn...

08:00 / 09:00 - Tiago (RH)

09:00 / 10:00 - Pati (Marketing)

10:00 / 11:00 - Lodomiro (manutenção)

11:00 / 12:00 - Juli (Criare) - durante este período eu também ligarei para ela.

Almoço - Tati, Ana, Rodri, Vagner... fiquem de olho nela, por favor! Juntem o maior número possível de pessoas para ajudar!

13:15 / 14:15 - Franci (recepção)

14:15 / 15:15 - Jaque (vendas)

15:15 / 16:15 - Cléber (exportação)

16:15 / 17:15 - Gui (Criare)

17:15 / 18:00 - Renata (NAVE - ela sai mais tarde, vai ser estratégico!)

Por favor, não deixem ela almoçar sozinha. Não perto daquelas facas (embora não cortem muita coisa né, mas nunca se sabe...).

Obrigada pessoal! Bom final de semana para vocês."


E isso foi o que encontrei na segunda-feira seguinte e só consegui olhar direito hoje:

Isso que eu chamo de parceria. Adoro essa turminha!

segunda-feira, 17 de novembro de 2008


A Gi e eu somos tão parceria, que até no resfriado rola uma solidariedade.
Semana passada foi ela, essa, sou eu.
De tudo isso, o pior sempre haverá de ser o nariz trancado. Não conseguir respirar me dá coisas!
Ontem eu postei um texto, mas achei que não deveria ter publicado e retirei hoje de manhã. Quem leu, leu. Quem não leu... se quiser ler, deixa o e-mail aqui que eu mando. Não era lá grandes coisas, só achei que ele me deixava meio exposta demais.
Vai rolar o blog offline dos textos impublicáveis?! Hehehehe!!! Eu tenho dois aqui!
Agora eu vou dormir... com dois Multigripe na cabeça não restam muitas alternativas.
Mas antes, vou dar uma conferida na vida do Ed Kennedy - estou curtindo "Eu Sou o Mensageiro". (e o post apagado falava disso também)
Bjos, boa semana... belhoras bra bim, digo, melhoras pra mim!

sábado, 15 de novembro de 2008

Scrapbooking


O meu caso com o scrapbooking começou em 1996, quando uma colega minha voltou de intercâmbio com a novidade: um álbum de fotografias lindo, todo decorado!

Naquela época, não existia material para scrapbook no Brasil, então, comecei a comprar folhas de papel para presente e cortar em formato A4 para fazer o fundo, papéis coloridos para os detalhes e canetas gel coloridas. O álbum, era um fichário universitário. Eu me virava, usava tesoura e estilete pra tudo, dava o maior trabalho e o efeito não era lá aquelas coisas. Sem falar que o uso de papel não específico (livre de acidez) acabou desbotando alguns trabalhos que fiz.

Este é um dos meus projetos mais antigos... momentos de Praça das Rosas (matando aula no 2º Grau).


Quando surgiu a oportunidade de trabalhar na Disney, o meu maior objetivo para o intercâmbio era juntar grana e comprar material para os álbuns. Mas, como vcs já sabem, o intercâmbio furou.

Foi então que eu vi numa revista de artesanato, que uma empresa estava lançando os furadores no Brasil. Mandei um e-mail para eles (isso em 2001 já) e fui convidada para fazer alguns trabalhos que ajudariam a empresa a divulgar os produtos.

Trabalhei para eles com páginas de álbuns em duas feiras. Em troca, ganhei furadores, folhas, canetas e outros materiais necessários para a montagem dos álbuns.

Este foi um dos meus trabalhos para as feiras. Os detalhes com furadores (folhas, espirais e letras) já mudavam tudo!


Depois disso, aos poucos, o material foi ficando mais fácil de ser encontrado no país.

Hoje, compro a maioria do material na minha loja de estimação em Bento Gonçalves - a Aquarela - tem bastante coisa legal lá. O que eu não encontro na Aquarela, procuro na internet.

Essa semana, recebi uma encomenda de carimbos. Eu nunca tinha imaginado que carimbos poderiam ser tão divertidos, mas, ultimamente, é o material com o qual eu mais gosto de trabalhar. Carimbos envolvem carimbeiras com tintas coloridas e é possível fazer muita coisa com carimbos e carimbeiras. Também é possível dar detalhes nos desenhos carimbados, com a ajuda de canetas coloridas.

Usei carimbos para o marcador de livros da Laine - abelhinha, flores e espirais.


Além de todo o material específico, eu uso muitos recortes de revistas. Comecei a assinar a Capricho só pra recortar ela de cabo a rabo (mas no fim eu lia ela inteira antes e é incrível como as novidades saem antes por lá do que nas outras revistas. Acho que porque a gurizada é mais ligada nas novidades do que os adultos. Também foi através dela que descobri o Crepúsculo!). Hoje em dia, nenhuma revista vai pro lixo antes de passar pelos olhos severos da minha tesoura!

Este foi o presente que montei para o meu chefe. Usei recortes, furadores, carimbos e carimbeiras (para os detalhes de envelhecimento nas legendas). Nem se compara com o primeiro trabalho, embora aquele tenha um valor sentimental enorme!

Enfim, scrapbooking é uma arte que me diverte muito. É minha válvula de escape, o meu portal para o paraíso encantado!
E agora chega de escrever, que depois de uma semana turbulenta, só agora eu vou ter tempo para testar meus carimbos novos!!!!!

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

De uma hora pra outra

Sábado de tarde, estava conversando com a Danu e ela indicava um filme do Woody Allen. Não lembro qual era o filme, mas ele falava sobre como as coisas acontecem, assim, de repente. Tipo, a gente nem imagina e elas "puf" acontecem e mudam a vida da gente.

Segunda-feira, tudo estava normal... a vida acontecendo numa boa... eu contando as façanhas do show do R.E.M. pra Gi e tal... passa meu chefe, com uma maleta na mão e duas caixas de revistas em baixo do outro braço. Dei uma risadinha perguntei "de quem o Sr. está fugindo?"

Logo depois ele nos deu a notícia de que estava saindo da empresa. Eu senti meu mundo partindo em pedacinhos. Eu gosto muito de todos os meus chefes, mas este era meu chefe direto e alguém que eu admirava muito (ainda admiro, assim como todo mundo que o conhece). Ao contrário do que pensa o lado negro da força, não, eu não fiquei com medo de ser demitida. Só fiquei paralisada pensando na falta que ele vai nos fazer (e no quadro com as fotos dele no The Cavern que eu estava preparando pro aniversário dele - tipo scrapbook).

Então a semana foi assim... uma loucura! Eu tive tudo (e ainda tenho bastante coisa) para organizar para a saída dele (arquivos, material, e-mails, blábláblá). No meio disso tudo, lembrei que ele merecia uma festa de despedida. E de aniversário, que é na segunda-feira. E o quadro... mandei botar moldura.

Ontem (quarta) o dia foi ALGO. Entregamos o quadro (presente meu e da Gi) e ele adorou - acho que sim né... ele estava mostrando pra todo mundo, querido. A parte boa do dia acabou ali.
Pra completar, TPM (revoltada feito o demo) e a Gi com o TCC na reta final, anunciando que iria folgar quinta e sexta.

Tive uma tarde de cólicas "do cão", Ponstan nenhum ajudava... dor de cabeça, a Gi dizendo que ia folgar (com todo direito e razão, mas... logo essa semana!!! Parecia uma complô contra mim!), eu com tudo pra preparar, carta de despedida pra mandar, trocentas pessoas pra ligar e avisar da troca de e-mail, telefone... 4 diretores nas mãos e uma festa nas costas só pra mim... TUDO acontecendo errado!!! Cheguei em casa e chorei até pegar no sono... de raiva!

Só consegui rir um pouco ao ver a Erica entrando no meu quarto, com toda sua autoridade de 1 ano e 2 meses, usando legging e jaqueta jeans, parando ao lado da minha cama, com aquele cabelo branco e o sorriso todo desdentado (e a tia dela com a cara toda inchada e maquiagem borrada).

A festa é amanhã e hoje eu nem sabia de onde tirar forças pra ir trabalhar... sozinha! Mas foi bem cedinho que parei de duvidar da existência de Deus: ao ligar o computador, uma janelinha do msn pipocando, com a seguinte frase: Manô, precisa de ajuda pra organizar a festa?

Era a luz no fim do túnel, chegava a brilhar em toda a sala!!! Sério mesmo! A Amanda salvou meu dia! Sabem aquela bóia que te jogam, quando morrer afogado já é uma certeza? Então, foi ela quem jogou e eu devo uma pra ela!

Não parei um minuto. Mas se eu tivesse que correr atrás dos assuntos em que tive a ajuda da Amanda, teria surtado, com certeza.

E a Gi ligou contando as últimas novidades do TCC. Um dia eu vou escrever sobre TCC, ele fode com a vida de todo mundo e não serve pra nada - resumindo, é o que penso.

Agora falta pouco pra acabar a semana, espero que a festa de amanhã seja perfeita - porque depois de 37 anos de empresa, é o mínimo que ele merece.

E eu vou dormir. Não sei quando volto, mas, por enquanto, era Wilson.

Eu tinha que postar algo porque tá todo mundo questionando meu sumiço repentino, assim, de uma hora pra outra.

domingo, 9 de novembro de 2008

Diário Pós-show

Eu não poderia passar sem um resuminho do show (ainda mais com gente pedindo pra contar)...

Então, depois de um dia inteiro de chuva, de céu nublado e de frio na serra, saímos de Garibaldi para Porto Alegre em torno das 18:00 (eu, Buki, Caco e Thomas - e o Mauro, o nosso motorista tri parceria).

Em São Leopoldo, para nossa alegria, o tempo já estava bom. Bom mesmo. Até sol tinha! Os guris ficaram numa concentração em Poa. A Buki e eu, que gostamos de curtir todo aquele agito pré-show, fomos direto para o Estádio São José.

Eram 20:00 quando chegamos lá. Calor e tempo bom. Não tinha muita gente, quando entramos no estádio. Digamos que metade do gramado e arquibancadas estavam ocupados.

O bar estava aquele tumulto. Cheio de homens e nós duas, tentando lutar pelo nosso direito de matar a sede no calor! Numa tentativa de chamar a atenção do Sr. do bar, gritei "Buki, tira a blusa!" - quase deu certo. Todos os homens do bar olharam, um quase quebrou o pescoço, outro quase morreu engasgado, mas o Sr. do bar... nada!

Enfim, quando conseguimos ser atendidas, pegamos nossa Skol (porque ao pedirmos Brahma Extra - que tinha no bar - o cara respondia "só tem cerveja!") e fomos passear no campo.

Meus olhos brilharam ao ver a tendinha de "Official Merchandise" - para onde eu fui saltitante, comprar minha camiseta do show e bottons da banda (amo muito tudo isso!).

Nos posicionamos na lateral direita do palco e lá ficamos. Conhecemos algumas pessoas, encontramos os guris novamente, mas retornamos ao nosso local "com visão boa do show".

A quatidade de pessoas, no final, foi boa. Nem muito, pra ficar atrolhado; nem pouco, pra banda não se sentir importante.

Começou o show do Nenhum de Nós. Foi bem legal, apesar de eu já ter visto eles zilhões de vezes. Liguei pra Gi, pra ela escutar "Camila" - porque de manhã ela disse "vai lá, cantar Camila-ha, uô!".

O R.E.M. entrou no palco pontualmente: 22:00 (para mim, esta é a maior demonstração de respeito pelos fãs que uma banda pode fazer). O show terminou pouco depois da meia-noite. Tocaram várias músicas conhecidas. Só faltou "Radio Song" e "Shiny Happy People".



Tiramos algumas fotos. Melhor dizendo, tiramos "algumas" fotos... tipo muitas, hahaha.
E os vendedores ambulantes do gramado tinham Brahma Extra!!!!!!


"Losing My Religion", assim como "Imitation of Live", foram os picos do show. A voz do Michael é igualzinha, ao vivo: muito boa. Ele estava um charme. E ele diz o "obrigado" mais sem sotaque que eu já escutei um vocalista falar!!!

Havia uma pessoa segurando uma faixa "WE ARE OBAMA TOO". Claro que a faixa acabou no palco, nas mãos da banda, em frente ao telão com a imagem do novo Presidente dos EUA, cuja legenda era "Barack n' Roll!" - nós achamos o máximo!!!!

Eu não lembrava que "The one I love" existia, então, quando tocaram, fiquei tri feliz. Assim como "Losing My Religion", esta música lembra muito o auge do Bar Joe... quando eu tinha meus 16, 17 anos. Gritar "Fire!!!!" foi ótimo, hehehe!

Cíntia, eu gritei "A Cíntia mandou um beijo!!!!" no intervalo entre duas músicas. Não sei se o Mike escutou, não estávamos tão perto. Mas eu tentei e a minha prima é prova disso! Infelizmente o Paulo falou do detalhe dos cactus tarde demais. Tenho certeza de que ele teria escutado / lembrado.

Ah, liguei para a Rê durante "Losing My Religion". É que eu sempre lembro de quem não pode comparecer por algum motivo e não consigo deixar de ligar. Tenho um "Official Presentinho" pra ela e pra Gi.

O show foi tão tudibão que até vimos uma estrela-cadente. Não foi a Brahma Extra, não! Um cara perto da gente também viu. Mais tarde, descobrimos que o Caco também viu! E eu espero que o nosso desejo - meu, da Buki e do carinha que estava perto (Eu quero um milhão de dólares!) - se concretize logo! Muito logo!

Passamos no MacDonalds e voltamos para Gdi. Acho que chegamos aqui em torno das 3:00.
E eu já estou em depressão pós-show. Sério, eu fico muito feliz nesses grandes shows! Quando eles terminam dá aquela tristeza. Aquela falta de show pra gente ir se programando e tal.

Pena que passou tão rápido. Mas que foi perfeito enquanto durou, isso foi. E aproveitamos cada momento dele!

Agora é só esperar The Cure né... quando foi que eu sonhei mesmo? 22/11/08?

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Conto de Fadas da Mulher Moderna

Era uma vez, numa terra muito distante, uma linda princesa, independente e cheia de auto-estima que, enquanto contemplava a natureza e pensava em como o maravilhoso lago do seu castelo estava de acordo com as conformidades ecológicas, se deparou com uma rã.

Então, a rã pulou para o seu colo e disse:
Linda princesa, eu já fui um príncipe muito bonito. Mas, uma bruxa má lançou-me um encanto e eu transformei-me nesta rã asquerosa. Um beijo teu, no entanto, há de me transformar de novo num belo príncipe e poderemos casar e constituir um lar feliz no teu lindo castelo. A minha mãe poderia vir morar conosco e tu poderias preparar o meu jantar, lavarias
as minhas roupas, criarias os nossos filhos e viveríamos felizes para sempre...

E então, naquela noite, enquanto saboreava pernas de rã à sautée, acompanhadas de um cremoso molho acebolado e de um finíssimo vinho branco, a princesa sorria e pensava:

'Nem fo-den-do!'

(Eu amei!!!)

É hoje!!!

São Pedro, fecha a torneira aí!

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Odeio de morte!


E aí? Já falei pra vocês que eu odeio aranhas?

Então, acho que eu já falei, mas vou repetir: eu odeio, ODEIO, com todas as minhas forças, do fundo da minha alma! Com toda a minha maldade! Elas deviam morrer todas, juntas, no mundo inteiro! Sem piedade! Ninguém ia sentir falta!

Eu ia poder passear no mato.

Dormir tranquilamente. Deixar a janela aberta - sem tela de proteção.

Ganharia muito tempo. Tempo que eu perco olhando lençóis, cobertores, levantando os quadros da parede pra dar uma conferida, passando a luminária no teto de madeira escura do meu quarto, olhando embaixo da cama.

Fechando as portas do armário... colocando proteção embaixo da porta do quarto, da sala, da cozinha, na fresta entre as janelas do meu quarto.

Paralizando ao ver, de manhã, que a janela do banheiro ficou aberta durante a noite. Ficar conferindo, com o coração na boca, se não tem nenhuma nas toalhas, no vidro do box, no rolo do papel higiênico.
Acordar sem medo. Poder atravessar a casa sem ficar olhando ao redor - e no chão também, porque foi no chão que eu encontrei aquela aranha do mal, hoje de manhã. Se eu tivesse pisado nela, teria morrido de nojo!

Poderia até pensar em morar sozinha... porque eu preciso de uma pessoa sem medo de aranhas por perto!

Sério, elas são a encarnação do terror! Eu prefiro encontrar o demo a encontrar uma aranha!
Aranhas são, além de feias e nojentas, uma perda de tempo. Cada vez que eu encontro uma, daquelas que aparecem de surpresa onde a gente menos imagina, eu fico uns 15 minutos parada, em estado de choque. Quando acontece isso de manhã, então, atrapalha toda a minha cronometrada rotina.

E eu odeio quem me faz perder tempo.

Acho que pior do que elas já são, só se tivessem asas!

Se elas, ao menos, tivessem o mínimo de respeito e não entrassem em casa!

Se elas fossem, ao menos, coloridinhas...

domingo, 2 de novembro de 2008

Tinha que ser o Ringo

Eu instalei o programinha da Last.FM no meu note. A gente coloca o nome de uma banda que gosta e o programa puxa várias músicas de artistas do mesmo escalão, além do que escolhemos. O interessante é que vem uma pequena história da banda, além da capa do disco que possui a música que está tocando.
Então que eu digitei "Beatles" e, logo, tocou uma música do Ringo Star. Gente, eu não posso deixar de compartilhar com vocês parte do texto sobre a carreira solo do baterista mais engraçado de todos os tempos. Lá vai...
" Ringo é conhecido pelo seu estilo seguro de tocar e pelos seus toques de originalidade, e pelo grande nariz, o que lhe rendeu três Grammys na categoria de Melhor Nariz Musical do Ano."
Hihihi, adoro ele! Adorei o Nariz Musical do Ano!

sábado, 1 de novembro de 2008

Irresistíveis!

Estava eu, passeando pelos blogs da vida, quando, pelo blog da Pattiê, entrei em outro blog e me deparei com esta foto.

Eu sei que deveria estar empenhada em emagrecer, mas a vontade que senti foi tão violenta, que quase saí correndo para o supermercado, para comprar algum doce.

Então lembrei do presentinho que ganhei da Míury na janta de ontem. Chegou a hora da má ação do dia, hahaha. Aqui vai a foto de uma besteirinha engordativa que não deve ser ignorada!!!



Tratam-se de palitinhos crocantes (aqueles de sorvete), recheados de chocolate branco. Anotem o nome, hehehe, eles são do mal!!!

Por falar na janta de ontem... reunião mensal da minha turma dos 15 anos (amigas de fé, irmãs camarada). Eu sei que elas vão querer me matar por isso, mas azar, eu adorei! (só aceito xingão por comentário no blog, hahaha!)



Não importa de quem a gente esteja rindo, contanto que a gente esteja rindo!!!

Agora eu vou tentar levar o Elvis passear.

Bom finde pra vcs!

sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Não sou das católicas mais praticantes, mas achei esse texto fofinho.

"A 10 year old little girl was asked by another classmate, "what is it like to be a Christian?". The 10 year old little girl replied, "it's like being a pumpkin. God picks you from the patch, brings you in, and washes all the dirt off of you. Then he cuts open the top and scoops out all of the yucky stuff. He removes the seeds of doubt, hate, greed, etc., and then He carves you a new smiling face and puts His light inside of you to shine for all the world to see."

Happy Halloween!!!!

Ah não! Já passou da meia noite... o que será que me espera na estrada?

Putz, saí da janta sem dar Feliz dia das Bruxas pra Renata... vou fazer isso quando chegar em casa. Éééé... vou mandar uma mensagem pro celular dela, hihihi.

Mas essa estrada, tão escura, tão vazia... HOJE!!! Será que vai passar um vulto branco pela frente do carro depois da próxima curva? Será? Então já vou me preparar pra isso... vai que eu levo um susto e perco a direção... não posso bater o Ike, tadinho, ele é tão legal.

Acho que a coleirinha que a Rê fez pra Giggia vai ficar tri... mas acho que ela vai se coçar e arrebentar... conheço o tipo já!

Sai da frente cara, eu tenho que chegar logo em casa... é Dia das Bruxas, pô, eu devia estar dormindo ainda no dia 30!!!

Xiii, amanhã vai ser mais um daqueles dias de sono. Por falar em sono, vou desligar o ar quente, antes que eu me sinta confortável demais e durma. Vamos lá, Courtney Love, pode gritar!!!

Será que ela matou o Kurt? Será?

Ai, tenho que parar de pensar nisso, ainda mais hoje! Chega!

É, isso, vou pegar o acesso norte... hummm, mas ele é tão vazio...

Nossa, a curva dos eucaliptos que eu tanto adoro não parecia tão macabra até hoje... melhor não olhar pra eles... sinto que vou ver dois olhos amarelos brilhando entre as árvores. Eu sei!

Reduz, reduz... bah, tenho que lembrar de ir trabalhar com o carro do Lu amanhã. Odeio sair com carro que eu nunca dirigi antes, eu sempre faço um fiascão com a troca das marchas.

Ai, quanto quebra-mola nessa cidade!!!

O que é aquilo? Aquilo... encostado no muro... parece uma criança de capuz! Socorro, ela vai olhar pra mim quando eu estiver mais perto, e vai ter o rosto todo deformado, nããããooooo!!!! Ah, era só uma pilha de lixo, ufa! Manoela e sua mente criativa.

Hospício?

Não creio que eu esqueci que tinha o cemitério pra passar na frente, aaargh! Não olha! Não olha!!! Vou fazer o sinal da cruz... nunca faço, mas hoje é melhor garantir. Nunca se sabe né...

Tudo tão vazio. E hoje é noite de Joe, cadê o movimento? Será que o mundo parou e eu entrei numa brecha do tempo, tipo o filme dos Langolayers do Stephen King? Nossa, que ruim que seria... a comida não tem gosto na fenda do tempo, eu ia sofrer certo, hehehe!

Mas antes isso do que O Nevoeiro né... acho que nunca mais vou sair na cerração depois daquele filme. :/

Aaaah, safadinhos, ali estão vcs, todos no posto. Tentando me enganar né? Aham, conheço vcs. Acharam que eu ia pirar só porque hoje é Halloween?

Desculpa aí, não foi dessa vez!

Enfim em casa... espero que o encontro de aranhas da garagem não seja hoje.

Melhor sair correndo e entrar em casa de uma vez.

Tive a impressão de ver um vulto passando pela porta da sala... tudo bem, era a Giggia.

Agora, vou dar uma olhada em baixo da cama - o seguro morreu de velho, queridos - e depois vou dormir. Já é quase 1:00. Sono amanhã!!!

Acho que a mensagem pra Rê vai ficar pra mais tarde - ou cedo, hehehe!

Tá, fui. Tenho certeza de que começou a tocar Suspicious Minds quando entrei no quarto apenas por coincidência... tenho pura certeza disso!

Hahaha... adoro minha plantação de abóboras!!!!

Happy Halloween pessoal!!!!

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Outubro

Eu tenho escrito alguns textos ultimamente. Tenho lido, relido e deletado. Muitos deles foram escritos como um desabafo e depois de prontos, eu já me sentia bem o suficiente para eliminá-los.

Alguns deles falavam de desejos, outros de sonhos. Alguns, ainda, referiam-se a algumas decepções que venho tendo com algumas pessoas. Uma dessas, em especial, foi bastante dolorida, mas acabei por perceber que a melhor forma de resolver tudo era deixar como está, ficar indiferente.

O caso é que não quero tornar este blog um diário, ou um muro das lamentações. Sei que alguns posts destes são necessários, mas a minha idéia não é seguir esta linha.

Por enquanto, posso dizer que sinto uma pequena tristeza por perceber que outubro está no fim. Este mês tem sido perfeito. Em sua grande parte, foi formado de bons momentos que guardarei para sempre.

Também houveram momentos difíceis, no início do mês, mas estes serviram para abrir meus olhos. No fim das contas, foram tão necessários quanto os bons momentos, afinal, a vida não é 100% alegria. Eu nem ao menos confio nas pessoas que são 100% alegria - os extremos não são saudáveis.

Outubro, entre outras lembranças, ficará marcado pela delícia de ler Crepúsculo e Lua Nova, pelas festas mirabolantes que fiz (a viagem ao México foi inesquecível, hehehe) e pelo som leve e confortável das músicas de Midnight Bottle - que eu e a Gi quase vomitamos de tanto ouvir. Sei que não é meu tipo oficial de som, mas é suave, macio e bem-vindo, como foi este mês.

Meus agradecimentos especiais para as pessoas que mais me aguentaram na minha fase negra, que durou mais do que merecia: Gi (e o computador, claro), Rê, Buki, Nati e Danu. Valeu por tudo, gurias! Obrigada por não terem ligado para o hospício e por terem me mostrado que eu não estava errada em minhas suspeitas. Vcs são demais!

Textos publicáveis estão sendo elaborados para colocar este blog nos eixos. Me aguardem!

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Bandidagem

Eu tenho muito sono, ainda.

Neste último final de semana a bandidagem me deixou esgotada.

Meu irmão e sua turma organizaram o 5º Encontro de V8 de Garibaldi. Desde 2000 este encontro, que ocorre a cada dois anos, vem sendo um sucesso. Eles sempre falam em bandidagem porque os encontros de carros antigos - V8 - são mto phoda!

Eu, Laurem, Xanda e Stê... com o famoso - capa da Classic Show deste mês.



Nós, mulheres próximas à turma do HPV8 - o clube de carros V8 deles - estamos sempre presente dando o apoio necessário. Não é tão fácil quanto parece - trabalhamos no sábado à tarde, temos a festa do clube no Bar Joe à noite e, no domingo, começamos cedo e ficamos até o final do dia - mas, com certeza, é muito divertido.

Este ano, tivemos o maior movimento de todos (aprox. 170 carros e 5.000 pessoas). A festa no Bar Joe foi, também, a melhor de todas! Bar lotado e muita diversão. No domingo, um belo dia de sol, todo mundo disfarçando as poucas horas de sono... movimento recorde nos pavilhões. O bar estava uma loucura! No final do dia estávamos todos exaustos.


Tchurminha unida antes da festa começar - incluindo os três loucos (eles se achavam loucos antes de conhecer a turma, queridos, hehehe) de SP que vieram rodando de Dodge pro encontro de Gdi - vai dizer, não é pra qualquer encontro, não!



Apesar da dor nas pernas, nas costas e nos pés. Apesar da falta de sono e de toda a correria que não nos dava tempo para pensar em descansar, passar o final de semana nos pavilhões é algo que fazemos com toda a boa vontade. Acho que é o mínimo que podemos fazer por eles. Nada paga a felicidade estampada no rosto de cada um dos guris da turma quando a organização deste encontro funciona perfeitamente. Este ano, as expectativas foram superadas e eles eram só sorrisos!

As minas do bar interno em pleno domingo de manhã (eu nem sabia que existia domingo de manhã...)




É uma pena que tudo o que é bom passa tão rápido. Mas ficam as lembranças agradáveis, de um final de semana que não poderia ter sido melhor.

Quer ver mais do encontro? Entra aqui, então!

E agora, aguardaremos 2010!



Acho que hoje eu vou conseguir dormir o que preciso... com sorte eu recupero o que falta da minha voz, hehehe.

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Já chegou o disco voador!!!

- Esse vai ser diferente Gi, eu vou ler tri pouquinho, pra terminar só lá em 2009, quando o terceiro livro estiver sendo lançado, senão vou agonizar total esperando.
- Sei.
- Sério... 1 horinha por dia, e era isso. Um capítulo, talvez... só vou ler antes de dormir.
- Aham...
- Eu até estou pensando em prolongar minha curiosidade e só começar ele semana que vem, já que amanhã tenho cinema com a mãe, quinta tenho janta, sexta e o finde em função do Encontro de V8...
- Menos, meeeenos!
- E tem esse meu livro novo de Scrapbooking também... acho que vou olhar ele com mais calma, tem muita coisa útil nele...
- Ai guria, não me trova! Tu não vai aguentar.
- Chata.
- Porca.
- Eu não sou tão fraca.
- Haha, mas tu não vai aguentar, tenho certeza.
- Eu também. - suspirei.

Eu tentei, juro que tentei! Eu fiquei na internet, organizei algumas coisas no meu quarto, sempre olhando de cantinho pra ele, me esperando ao lado da cama. Mas me manti forte até as 21:45.

Fui pra cama e decidi ler deitada, sempre pego no sono tri rápido quando leio deitada! Aliás, eu, na horizontal, sou um desastre, pego no sono a qualquer hora, em qualquer lugar, em questão de minutos.
Mas não dessa vez.

É que eu não conseguia parar enquanto a situação da história não se resolvesse, ao menos um pouquinho!!!

E eu fui forçada a me fazer dormir, mesmo com um nó na garganta, lá pela pág. 100. Senão, hoje eu não teria condições de trabalhar.

Então... acho que vcs já notaram que o Lua Nova chegou né?

domingo, 12 de outubro de 2008

Feliz Dia das Crianças!


Feliz Dia das Crianças pra minha alemoa favorita!

Ela não veio nos visitar este final de semana e eu estou morrendo de vontade de correr até Caxias só pra dar um estrucão nela e voltar... deixa só chegar o horário de verão! Porque eu não gosto de dirigir muito de noite, só por isso!

E tu, Uli, vê se comenta aqui também, não fica só lendo e cobrando postagens no blog... é! Tu mesma!

Vou começar a chamar pelo nome as pessoas que passam aqui pra ler e não comentam, hahaha!

Volta ao Mundo 3 - melhores momentos (ou piores...)

Bom, se essa madrugada eu fosse descrever a felicidade, diria que ela era, basicamente, feita de máscara, chapéu, máquina digital (sorte que faltou bateria, senão, sabe-se lá o que teríamos inventado) e parceria dos amigos.
Veru, Gaveta e eu - versão I'm too sexy.

Manoela e Lauren Madder.

A cerveja foi pra segurar o bigode (aquele que era sobrancelha...)

Hahaha... tentativa de fazer 'sovaco peludo' com o bigode-sobrancelha.

Tá, a gente também bebeu um pouquinho...
Festa digna de me fazer voltar de pés descalços para casa.
Poderia ter sido melhor? Só se vocês estivessem lá!

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Meme

É... a Laura me intimou, então, lá vou eu! A Grazi também me intimou, então, aqui está a resposta para as duas. E já aviso que não vou intimar ninguém porque não sobrou 8 pessoas pra mim, que meléca!



MEME

8 sonhos que a gente tem que realizar antes do grande encontro com Deus.



Regras:

• Escrever uma lista com 8 coisas que sonhamos fazer antes de ir embora daqui; - ok

• Passar o meme para 8 pessoas; - e é aqui que eu furo o meme!

• Comentar no blog de quem lhe passou o meme; - ok também

• Comentar no blog dos nossos(as) convidados(as), para que saibam da "intimação"; - como eu furei o meme, me livrei dessa, rá!

• Mencionar as regras. - tá tudo ali.



1. Ganhar bem o suficiente para me sustentar sem sufoco e sobrar um tantinho para futilidades necessárias de mulher.

2. Ter alguém que eu goste até doer e que sinta o mesmo por mim... o tipo de pessoa que faça uma indiada valer à pena e que faça ser possível dormir de conchinha - (sim, larguei as armas).

3. Ver mais um show do Pearl Jam, pelo menos. Também já decidi não morrer sem ver The Cure e David Bowie.

4. Morar sozinha - ou acompanhada, mas enfim, sair de casa - nada urgente no momento, embora eu já tenha comprado o primeiro copo da minha cozinha... da Coca-Cola, hihihi!

5. Fazer tantos trabalhos em scrapbook quanto eu penso em fazer.

6. Ter imaginação para escrever um livro. Um livro que me deixe rica, de preferência.

7. E quando eu for rica, quero ter um cavalo - sonho de infância.

8. Conseguir viajar para todos os lugares que quero, começando pela França, que acho um charme.

9. - Tá, eu sei que são 8, mas eu realmente espero que o Lua Nova chegue antes que eu me vá, porque eu estou agonizando na espera dele! Aaaaaaaaah!

Here we go AGAIN!

Axl Rose, a piada do rock.

Ele insiste! Purfa, Axl... purfavor!

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Por isso eu amo a Renner!

Entrando em uma loja na qual eu não compro há muito tempo:
- Boa tarde... eu preciso de uma blusa pra usar em uma festa. Sem brilhos, com um decote legal. Tem que ser G... tinha pensado em uma frente única, com uma estampa de flores, algo assim.
Ela foi para uma arara e começou:
- Tem essas camisas...
- Não, eu quero uma blusa.
- Mas esse tipo de camisa está saindo muito, pra usar com sobreposições.
- Blusa.
Então ela foi mais para o lado e pegou uma frente-unica minúscula.
- Tem essa também, estampadinha, bem bonita.
- Sim, mas é pequena, eu preciso de grande.
- Ah, mas é um P grande esse. - ah o argumento que me mata!!!
- Não - disse eu, com aquela voz seca - não é um P grande. Obrigada.
Virei de costas e saí da loja, lembrando o motivo pelo qual eu já não comprava lá há anos.
Fui tentar outra loja.
- Oi! Posso te ajudar? - falou a balconista simpática.
- Sim - respondi meio acanhada - eu queria uma blusa legal para uma festa. Nada com pedrarias, que eu não gosto, e não precisa ter muito brilho também, mas eu queria um decote legal. E tem que ser G.
Então ela me mostrou uma arara.
- Estas são as blusas que temos...
- Ótimo, pode deixar que eu olho.
- Não tem problema? Se precisar de uma ajuda é só chamar.
- Não, ótimo, até prefiro. Qualquer coisa eu chamo. - e ela saiu para atender outra cliente.
Olhei, olhei... nada como eu queria. Nisso surge outra balconista.
- Oi, já te atenderam?
- Sim, já, obrigada.
- Mas eu posso te ajudar?
- Na verdade eu já olhei mais ou menos o que eu procurava. - falei, tentando despachar a balconista.
- Ah, mas tem essas camisas novas que chegaram... - e foi puxar aqueles camisões pra usar com cinto.
- Não, obrigada, eu estou procurando blusas.
- Mas de xadrez tu não gosta?
- Até gosto, mas quero uma blusa, sabe...
- Ah, acho que tem as blusas que tu quer em outra arara também.
- Ótimo, aonde?
Ele me levou até a outra arara. Quando eu fui colocar as mãos nos cabides, ela praticamente me atropelou, se jogando na arara, pra me mostrar tudo.
- Mas olha essa blusa comprida, que linda pra usar com uma legging!
- Hummm... não, eu queria uma blusa pra usar com jeans. Pode deixar que eu olho elas, não precisa se preocupar. - tentei uma indiretinha suave, pra ela vazar de lá.
- Mas tem essa aqui que ficaria bem em ti. Não gostou?
- Não. Pode deixar que eu me viro.
- Mas tu vai ver, elas são grandes demais pra ti. - Ai, Senhor!
- Tudo bem, deixa que eu vejo. - falei, com os dentes trincados, pedindo a Deus para me manter calma e educada.
- E essa? Olha que linda! - Pedrarias, que eu odeio!
- Não. Não gosto de pedrarias.
- Ah, mas essas aqui... - e lá vieram as camisas caipira de novo, Cristo!
- NÃO! DEIXA. QUE. EU. OLHO! - falei, olhando arregalado, com cara de psicopata, pra balconista. Eu já imaginava a sensação agradável de cravar as unhas nela, estava perdendo o controle.
Foi quando voltou a balconista anterior.
- Ah, te achei! - e falou pra insuportável que eu estava sendo atendida por ela.
- Obrigada!!! - falei, com alívio.
E ela me mostrou outras blusas. Levei algumas para provar em casa. Acho que mais para fugir da loja do que pra ver se serviam. Não queria provar nada lá, com a outra pulando a cada 5 minutos pra me dizer que tinha encontrado um camisão que eu ia a-do-rar!!!
Odeio gente que não entende e insiste em forçar o que eu não pedi. Eu não vou comprar o que eu não quero!

Só de lembrar, já fiquei nervosa de novo.

(tá, mas só pra não ser injusta, também amo a Drops de Garibaldi)

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Crepúsculo


Então eu tinha um livro para trocar e resolvi pegar o Crepúsculo, de Stephenie Meyer. É um romance adolescente envolvendo vampiros. O sucesso está sendo comparado ao de Harry Potter (que eu adoro), então, resolvi conferir, assim, meio na dúvida de que fosse tudo aquilo que os jornais, revistas e sites estavam falando.

O fato é que, desde que sentei para começar a ler, larguei todo o resto. Sério, viciei, já estou planejando comprar o segundo livro da saga (serão 4 ao todo e, em janeiro, sai o filme do primeiro).

Por isso, pessoal, desculpem minha ausência, mas enquanto eu não terminar este livro, é possível que eu apareça menos pelo meu blog, pelos outros blogs, orkut, msn e demore um pouco para responder e-mails recebidos (Paulo!).

Culpa dos vampiros.

terça-feira, 30 de setembro de 2008

Dia da Secretária

Hoje é o nosso dia... o dia da pessoa que realmente faz falta na empresa. Duvidam? Então, fiquem um dia sem secretária pra ver...

E hoje eu ganhei o cartão abaixo... senti a indireta no ar!

- Quatizinho, tu não vai me dar parabéns?
- Eu não, por que?
- Mas tu não sabe que dia é hoje?
- Eu não! Que dia é?
- Cara, que vergonha! Mas é um quatizinho mesmo... Gi, ele não sabe que dia é hoje!
- Canta a musiquinha pra ele, então! - disse a Gi.
- Olha só, vou te cantar a musiquinha de hoje, atenção, pra ver se tu te liga: "Foi no trintaaaa de setembroooo... o Diaaa da Secretária!!!" E aí? Vai dar parabéns ou não?
- Hahahahahahah!

E ele não deu parabéns.

Horas depois, toca o telefone... era o Quatizinho.
- Alô, padaria.
- Ah, desculpa, achei que fosse do açougue.
- Não, você ligou para a padaria.
- Tá mas... e tem cuca? Eu queria uma cuca.
- Só Cuca Beluda mehmão!!! Hahaha!

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Eu canto em português errado

E em inglês também. Provavelmente em espanhol também e qualquer outra língua que eu tente cantar, é possível que eu vá cantar algo errado.

Lembro daquela noite de março de 2005. Meu primeiro grande show de rock: Lenny Kravitz. Também lembro do momento em que ele tentou puxar o público no coral de Let Love Rule. Aconteceu que a maioria do público não conhecia a música e ele ficou bem brabo com isso.

Quando eu digo bem brabo, é BEM brabo mesmo. Do tipo que acaba a música engatando a balada mais passada de todas, como quem diz “seus idiotas que só conhecem minhas baladinhas”.

Tudo bem... eu juro que eu tentei ajudar ele a cantar o refrão de Let Love Rule, sabem... mas, apesar de gostar muito do som do cara, não conhecia essa música.

Cheguei perto do Guto e da Rê, pra ver o que eles cantavam e cantar junto. Foi assim que surgiu o meu famoso refrão “Mad Love Blue” para a música. Até hoje isso é motivo de piada... (embora o Guto tenha confessado que cantava “Bad Love Rules”).

Lembram a última música brega do blog, Maria Madalena? Pois bem... quando eu era pequena, cantava tri feliz “...Maria Masculina”! (vai entender!)

Então eu fico sabendo que minha amiga, ao invés de cantar “... que eu tenho por ela um apreço imenso” cantava “que eu tenho um porão com aquecimento”!!!

A mesma amiga tem uma versão bem feinha para aquela música da Ivete Sangalo “chupa toda, eu disse toda”, mas é melhor não publicar aqui... é meio indecente. (eu adoro lembrar da cara dela, num baile, vindo, toda apavorada, me dizer "Manô, eu não acredito que a Ivete fez uma música bagaceira dessas!!!!)

O que importa é que eu vim aqui para provar para esta amiga que não estamos sozinhas no barco... porque eu lembrei de algumas pérolas da música, vindas de amigos próximos e também recebi exemplos de outras pessoas. Agora, vou provar ao mundo que não somos as únicas com um pino a menos!!!

Seguem outros exemplos:

“Cantando de Biquini sem parar!” – “Cantando BB King sem parar” – essa eu sei que é bem manjadinha, um monte de gente cantava assim.

“...pra sucumbir, pra cego ver...” – “... pra surdo ouvir, pra cego ver...” – sem comentários, hahaha!

“Agora eu só quero mais!” – “Agora eu só quero paz” – aquela do TNT, sabem... ta, era eu que cantava assim essa também!

Mister So Good” - “Miss Lexotan” - também do TNT – foi um amigo meu de Barbosa, dessa vez.

“Oh macaco cidadããão” – “Oh pacato Cidadão” – do Cidade Negra. Essa foi boa!

“Homem que mata, capitalismo selvagem!” – “Homem primata, capitalismo selvagem” – Titãs – faz sentido.

“...pela viraláctea, estrada tão bonita” – “pela via láctea, estrada tão bonita” – aquela do Balão Mágico – dá pra imaginar meu tamanho cantando isso né! (vira-latas + via láctea = viraláctea)

“...brincar de esconde-esconde numa núvem rosa” – “... brincar de esconde-esconde numa nebulosa” – mesma música do Balão Mágico, na versão da Juli (que meiga, nuvem rosa - típico dos Ursinhos Carinhosos)!

E aí? Alguém vai deixar a vergonha de lado e contribuir para a minha listinha de aberrações na música?

Ou eu vou ter que cantar Mad Love Blue pra convencer vocês?

Vamos lá pessoal, sem medo de ser feliz!!! Hahaha!!!



Este post foi escrito em solidariedade à Sami, à pedidos da Gi e dedicado para a Rê.

É né...

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Why, why oh why?

Amanhã é o último dia de trabalho da Cíntia.

E o que ela vai fazer?

Bom, certamente ela vai acabar com a minha reputação e me fazer chorar um monte.

Queria que, ao menos, ela não fosse pra tão longe. Algo assim, que desse pra ir e voltar de carro em um dia. :/

E sabem de outra coisa que ela vai fazer?

Ela vai fazer muita, mas muita falta pra gente!

Mesmo assim, a gente deseja com todas as forças, que ela tenha dias muito mais felizes nessa nova fase.

Cíntia, só pra não perder o costume: tu é podre!

Foto da festa de despedida: Cíntia (aquela, querendo voar), eu, Gi (a gaveta!), Franci e Juli.

terça-feira, 16 de setembro de 2008

Para o dia 17.09 - Ela é tudo de bom!

Eu sei que a minha vida anda paradinha...



Mas se não fosse por ela, estaria um tédio mortal!!!!!!

Feliz aníver de um aninho pra fofona da minha sobrinha!!!!!

domingo, 14 de setembro de 2008

Muito legal!

Esta linda foto (nossa!) é uma das que se pode obter pelo site www.yearbookyourself.com

Basta ter uma foto de rosto, sem acessórios (prendam a franja pra ficar melhor), escolher o sexo (masculino ou feminino - não pensem besteira) e adaptando o rosto nas fotos que iniciam no ano de 1950.

Como eu dei várias risadas com isso, recomendo!

Adorei me ver com cabelão black power!